Resenha: Uma Página de Cada Vez - Adam J. Kurtz

dezembro 16, 2015 / Francisco Soares Chagas Neto /


Uma Página de Cada Vez (1 Page at a time)
Autor: Adam J. Kurtz
Editora: Paralela
Ano: 2014
4 Estrelas

Pense em alguma coisa que deixa você inseguro e escreva o que é em letras enormes. Use o espaço todo! Olhe bem para o que você escreveu. Agora vire a página. No seu primeiro livro, o artista gráfico americano Adam J. Kurtz usa provocações divertidas como esta para fazer o leitor refletir sobre sua vida ao mesmo tempo em que testa a própria criatividade. Como o título diz, cada página traz uma brincadeira diferente. Pode ser uma pergunta, uma sugestão de desenho ou um pedido para que você crie uma lista de músicas para seu amor verdadeiro ou das melhores fatias de pizza que comeu na vida. O autor também pede para o leitor colar objetos inusitados nas páginas do livro e compartilhar nas redes sociais algumas das anotações feitas nele. Uma maneira espirituosa e lúdica de buscar o autoconhecimento.

Adam J. Kurtz é designer, artista e autor. 1 Página de Cada Vez é o seu primeiro livro.

Escrito, ou melhor feito por Adam J. Kurtz, o livro 1 página de Cada Vez entra no hall dos chamados livros interativos se unindo a livros consolidados como “Destrua esse Diário” e “Termine esse Livro”. A sua proposta é interagir com as 365 atividades que nele se encontra, seja desenhando, pintando, escrevendo, mas acima de tudo usando a sua imaginação.



Esse livro não foi feito só para designers, ou artistas, ou escritores, mas para todos nós, que possuímos um pouquinho disso tudo dentro de nós, mas que as vezes reprimimos, afinal, somos grandes demais para isso, não? A verdade, que não, não existe idade para fazer esses livros interativos, para colocar para fora aquilo que sentimos, para passar o tempo apenas, desenhando, pintando ou escrevendo, é importante, nos deixa parceiros de uma realidade paralela, realidade criativa, onde simplesmente fazemos aquilo que queremos.

Na #1página ou ainda #1page no instragram, podemos encontrar muitas dessas criações de todos nós, e esse livro nos leva a isso, tira de nós o melhor que temos de criatividade, o negócio não é ficar bonito nem feio, mas mostrar aquilo que queremos naquele momento. Ao fazer uma criação nova nesse livro, eu tento não ver o que já foi criado, eu deixo fluir de meus pensamentos e emoções a criatividade para fazer o livro.



Quando abro esse livro, sinto que uma parte de mim está nele, minhas experiências, emoções, desejos, demonstrações de afeto estou deixando ele do jeito que sempre quis um livro, a minha cara. E a cada página acabada, sinto como se fosse um pedaço de minha pequena alma deixada, e toda vez que olho novamente, fico feliz em ter feito tudo isso, e olha que sou um péssimo desenhista, não tenho noção de espaço, faço umas coisas horrorosas, mas gosto mesmo assim.

Experimente ter um livro que aflore a sua criatividade, sendo esse ou outro, você verá o quanto faz bem para o coração e a alma. Abaixo, encontra-se algumas das minhas páginas, faça as suas também.

Skoob: 4.3 Estrelas
Goodreads: 4,3 Estrelas 

Recomendado Para Você

0 comentários

Comente com o Facebook

Instagram