Resenha: A Playlist de Hayden - Michelle Falkoff

agosto 23, 2015 / Everton Assis /


A Playlist de Hayden (Playlist for the Dead)
Michelle Falkoff
Editora: Novo Conceito
Ano: 2015
4 Estrelas

Depois da morte de seu amigo, Sam parece um fantasma vagando pelos corredores da escola, o que não é muito diferente de antes. Ele sabe que tem que aceitar o que Hayden fez, mas se culpa pelo que aconteceu e não consegue mudar o que sente.
Enquanto ouve música por música da lista deixada por Hayden, Sam tenta descobrir o que exatamente aconteceu naquela noite. E, quanto mais ele ouve e reflete sobre o passado, mais segredos descobre sobre seu amigo e sobre a vida que ele levava.

Autora: Michelle Falkoff é diretora e comunicação e lógica jurídica de uma universidade nos USA e o Livro a Plalist de Hayden é o seu primeiro livro, porém ela já está para lançar a sua segunda obra no ano de 2016.

Resenha: A cada dia percebemos que o Bullying tem sido mais presente em nossas salas de aulas, não aquele Bullying da minha época (não sou tão velho assim, só 25 anos), mas esses que as pessoas pegam pesado de forma que o psicológico daqueles que sofrem bullying fica cada vez mais abalado, que leva alguns jovens a fazerem atos extremos como o suicídio do qual a autora trata nesse livro.

Ta certo então o livro conta história de um personagem que se suicida por causa do bullying? mas esse tema já existe, não? Verdade, porém devemos levar em consideração duas coisas, primeiro, abordar esse tema nunca é batido, devido as circunstâncias que envolve a problemática e segundo, que a autora consegue dar um passo a mais, em relação ao bullying, agressão, violência e preconceito abordado no livro.



Enfim, a obra conta a história de Sam que após uma festa vai a casa de um amigo, o Hayden e o encontra morto, e ao seu lado existe um ipod com uma playlist que é a única pista que nos leva a motivação do suicídio do Hayden. Devido a característica de Hayden e Sam, percebe-se que a Playlist tem muito da água da música, indie, hipster e alternativa, o que nos leva ao embalo de sofrência complementar a história (isso não é uma critica negativa, eu gostei da maioria das músicas da playlist). Como uma dica, tentem ouvir as musicas durante a leitura do capitulo, dos quais elas são indicadas, parece que você está imerso a obra.

Então como um YA conteporâneo, a Playlist de Hayden tem uma carga dramática considerável, porém em muitos momentos a história se torna leve, tentando minimizar esse drama todo. E o que é mais interessante são as reflexões que podemos fazer em relação a obra, como os adolescentes podem reagir a esse processo, afinal realmente essa não é uma situação fácil e como conseguir seguir em frente.

No final, após algumas reviravoltas também é possível refletir sobre o julgamentos que possuímos acerca das pessoas e que apesar de tentarmos ajudar da maior maneira possível, mas cada pessoa tem o livre-arbítrio para realizar as suas escolhas e talvez essa seja a maior lição do livro.

Então pegue aqui a sua playlist aqui e comece a leitura dessa belíssima história .

Skoob: 4 Estrelas
Good Reads: 3,51 Estrelas

Recomendado Para Você

0 comentários

Comente com o Facebook

Instagram