Entrevista com Barbara Morais (Trilogia Anômalos)

novembro 05, 2015 / Redação SOODA /

Confira a divertida entrevista que fizemos com a autora Barbara Morais




Hoje trazemos um post extra, mas vale, pois é especial. É o lançamento de das nossas entrevistas com autores, vamos chamar de “Entrevistando o Autor - Sobre os Olhos da Alma”, ou algo assim, (haha). Enfim, e para estrear as nossas entrevistas. Convidamos Barbara Morais, Autora Brasiliense, estudante de Economia que escreveu a famosa Trilogia dos Anômalos, as quais contempla “A Ilha dos Dissidentes”, “A Ameaça Invisível” e “A Retomada da União”.

Para quem ainda não conhece os livros contam a história de Sybil, uma adolescente Anômala, que é um grupo especial de pessoas que possuem mutações genéticas que os fazem ter poderes sobrenaturais. E nesse mundo fantástico criado por Barbara, ainda existem vários jogos e disputas políticas, que nos deixam encarcerados até o final da leitura, então quem ainda não conhece a história, pode adquirir o Box da Trilogia lançado recentemente, pela editora com os três livros.

Barbara estará em Belém do Pará no dia 07 de novembro na Saraiva do Shopping Boulevard, a partir das 16hs para o lançamento do seu último livro da trilogia dos Anômalos, “A Retomada da União”, com um bate papo bem bacana com os fãs, e logo em seguida a sessão de Autografados. Aproveitando a oportunidade, ela nos concedeu gentilmente, essa entrevista, onde falamos um pouco das referências para a construção da história, política, “Gremlins” quer dizer, fãs paraenses, e futuros projetos. Confira agora o resultado desse bate papo, e logo mais abaixo, assista também a um vídeo, onde ela convida você a comparecer no dia 07 de novembro na Saraiva.

SOODA BLOG: Olá Barbara Morais Boa Noite, Primeiro agradecemos a você por conceder a entrevista para nós, e informando que estamos na expectativa de encontrá-la no dia 07 de novembro da Saraiva do Shopping Boulevard, inclusive ressaltando que um de nossos blogueiro está em uma busca incessante pelos seus livros nas livrarias de Belém do Pará, e está difícil de encontra-los, mostrando o sucesso que você tem feito entre o público paraense. Então vamos começar nosso bate papo?


SOODA BLOG: O que mais lhe inspirou para construir a história da “Triologia dos Anômalos”? quais foram as suas principais referências literárias? Fale-nos um pouco de como foi a construção dessa história?
BARBARA MORAIS: A ideia da história de Sybil surgiu em uma aula de Ciências Políticas em que estávamos vendo definições de Estado. Com isso, comecei a refletir sobre as situações recentes de segregação e sobre como algumas situações extremas podiam alterar esses conceitos. Nós vivemos com preconceito diariamente, seja velado ou não, e ainda estamos longe de uma sociedade igualitária. Esse é um fator importante a ser discutido, ainda mais se acrescentarmos super poderes para ficar deixar divertido! Eu adoro ler livros distópicos. “1984”, de George Orwell, é um dos meus favoritos de todos os tempos, também gosto muito de “Admirável mundo novo”. Além disso, títulos juvenis como “Jogos Vorazes” e “A Seleção” são ótimos. Essas sociedades futuristas em que “tudo deu errado” na verdade se parecem muito com as nossas e esses livros servem como aviso ou como empoderamento para nós. Além disso, também gosto muito de histórias sobre personagens com super poderes, como X-Men e alguns animes e mangás japoneses. No final, decidi juntar esses dois aspectos que acho interessantes para criar a história.

SOODA BLOG: Percebemos que a personagem Sybil é uma protagonista muito forte, e que ao longo dos livros ela foi crescendo de maneira perceptiva, gostaríamos de saber, o quanto de Barbara Morais existe em Sybil? Você considera que ao construir a história dela você tenha aprendido muito com ela também?
BARBARA MORAIS: O personagem que mais tem algo meu é o Andrei, por incrível que pareça! A Sybil é uma junção do que eu considero que uma garota de 16 anos na situação, a qual ela deveria ser. Ela é adolescente, teve uma vida difícil e sem privilégios, mas ainda é apenas uma sobrevivente, uma garota que só quer paz de espírito. Naturalmente, ela vai evoluindo e amadurecendo e entendendo qual o papel dela na trama. Ela poderia ter escolhido fugir e não assumir responsabilidades, como em alguns momentos pensa em fazer, mas faz suas próprias escolhas e, mesmo com tanta coisa ruim, ela opta por ir até o fim. Com certeza o autor aprende com seus personagens, por mais que você seja o criador, a história toma rumos diferentes e é preciso escrever cenas onde você nem concorda mas é o que mais combina com o personagem e o momento. É uma experiência maravilhosa e muitas vezes surpreendente.

SOODA BLOG: Percebemos muitos aspectos políticos em seus livros, Essas analises que você faz em seus livros tem inspiração em seus estudos da economia? Você possui alguma inspiração na situação política atual em nosso país que você colocou em seu livro?
BARBARA MORAIS: A minha área de atuação acaba moldando a forma como vejo e analiso o mundo e isso se reflete em alguns aspectos dos meus trabalhos literários, né. Mas antes de qualquer coisa, eu adoro tramas políticas e queria que Anômalos fosse focado nisso, cheio de reviravoltas e de personagens ambíguos com boas motivações e métodos questionáveis. Tem algumas coisas que são críticas conscientes sim, mas em geral, foram só coisas que considerei importantes, que já haviam acontecido na história, e que coincidentemente explodiram bem na época do lançamento dos livros! Eu fico brincando dizendo que sou uma oráculo de coisa ruim, ahaha.


SOODA BLOG: A partir da sua trilogia completa, você considera que conseguiu atingir seus objetivos em relação a escrever o seu livro? Quais eram eles?
BARBARA MORAIS: Eu não comecei a escrever com a pretensão de publicar, foi algo que aconteceu naturalmente após a minha agente literária me convencer que eu era boa para isso!
Mas, sim, acho que meus consegui atingir meus objetivos de quando comecei: criar a história da melhor forma possível, sendo justa aos personagens e promover reflexões ao mesmo tempo em que divirto os meus leitores. A propósito, estou amando ser xingada pelos leitores por causa do final, MUAHUAHUA.

SOODA BLOG: Quando concluímos nossos trabalhos, sempre existe aquele momento meio saudosista em relação a ele, uma espécie de luto pós-fim (algo assim!). Você sentiu isso ao terminar de escrever o livro? Quais são suas perspectivas daqui para frente? Já existe algum livro em vista para gente? Se sim, o que você já pode adiantar?
BARBARA MORAIS: Final da trilogia Anômalos foi uma loucura! O tanto de buraco que tive que tampar e não deixar nada aberto! Foram meses sem dormir direito. Eu e a minha agente fizemos o máximo para a história sair redonda e com tudo o que eu tinha planejado. Dá saudade sim, mas sinto que fechei um ciclo e não tenho vontade de mexer nessa história. Talvez um spin-off com personagens secundários, algo até se passando no Império do Sol. No momento, estou trabalhando em dois projetos, meu livro solo que só posso falar que terá mistérios dentro de uma unidade espacial e outro que envolve mais autoras. Ainda é tudo secreto!

SOODA BLOG: Seus livros têm tido notas relativamente alta de seus leitores, como no skoob que estão entre 4,3 e 4,6, inclusive, superando best sellers mundiais, além disso a maioria das resenhas em que vemos, os leitores colocam seus livros entre suas melhores leituras, como você vê o reconhecimento de seu trabalho nesse processo? E como você tem lidado com as críticas?
BARBARA MORAIS: O reconhecimento é sempre gratificante. No início, com o primeiro livro, é tudo incerto e você fica mais ansioso, porque depois que um livro é publicado ele deixa de ser seu e passa a ser de quem irá lê-lo. Cada um tem a sua própria experiência e eu respeito a opinião de todos. Sobre críticas, é importante saber peneirar e só pegar o que é construtivo. Mas é muito bom prestar atenção nos pontos citados pela maioria, porque com certeza é o que pode funcionar ou não em uma história e sendo assim, fica como aprendizado.

Compre o Box da Trilogia Anômalos através do link exclusivo na Amazon é ajude o blog a crescer ♥

SOODA BLOG: Eu costumo ouvi falar que paraense é igual “gremlin” onde jogar água nós brotamos! E então o que você acha de nós seus fãs paraenses? Encontra-nos com frequência? Qual a sua expectativa ao conhecer os seus fãs daqui do Pará? Que locais você já colocou na sua rota de visitação aqui, além claro da Saraiva do Shopping Boulevard?
BARBARA MORAIS: Eu fiquei muito surpresa quando na pesquisa que fiz para saber quais cidades gostariam de um evento dos meus livros Belém ficou em primeiro, eu não esperava isso! Felizmente conheço duas pessoas maravilhosas dessa cidade, a autora Roberta Spindler (Autora do Livro A Torre Acima do Véu) e a Fernanda Karen (Blogueira do Blog Garota Pai D'Égua), e elas me ajudaram a divulgar o evento. Estou super animada, será a minha primeira vez na cidade! Espero que dê tempo para provar as iguarias e conhecer o mercado central!

SOODA BLOG: Agradecemos desde já a sua entrevista, e esperamos você aqui no dia 07/11. Abraços!!!
BARBARA MORAIS: Obrigada a vocês!!! Estou muito animada para ir a Belém e encontrar os anômalos da cidade!!!

Então é isso Soodinhas, só lembrando que o evento da Barbara Morais acontece no dia 07/11 a partir das 15hs na Saraiva do Shopping Boulevard Belém, com bate papo e sessão de autógrafos. o Evento terá mediação das meninas do Blog Garota Pai D'Égua. Vai perder?

Assista ao Convite da Barbara Morais:


Confirme a Sua Participação do Evento Aqui

Recomendado Para Você

0 comentários

Comente com o Facebook

Instagram