Resenha: Uma Chama Entre As Cinzas - Sabaa Tahir

novembro 12, 2015 / Everton Assis /

Uma Chama Entre As Cinzas (An Ember in the Ashes)
An Ember in the Ashes, Volume 01
Sabaa Tahir
Editora: Verus
Ano: 2015
05 Estrelas

Laia é uma escrava. Elias é um soldado. Nenhum dos dois é livre. No Império Marcial, a resposta para o desacato é a morte. Aqueles que não dão o próprio sangue pelo imperador arriscam perder as pessoas que amam e tudo que lhes é mais caro. É neste mundo brutal que Laia vive com os avós e o irmão mais velho. Eles não desafiam o Império, pois já viram o que acontece com quem se atreve a isso. Mas, quando o irmão de Laia é preso acusado de traição, ela é forçada a tomar uma atitude. Em troca da ajuda de rebeldes que prometem resgatar seu irmão, ela vai arriscar a própria vida para agir como espiã dentro da academia militar do Império. Ali, Laia conhece Elias, o melhor soldado da academia — e, secretamente, o mais relutante. O que Elias mais quer é se libertar da tirania que vem sendo treinado para aplicar. Logo ele e Laia percebem que a vida de ambos está interligada — e que suas escolhas podem mudar para sempre o destino do próprio Império.
SABAA TAHIR é americana, descendente de Árabes, morou sua infância e adolescência num deserto na Califórnia. Depois de sair de sua cidade de origem, se formou em UCLA e trabalhou para um jornal enquanto fazia o seu primeiro livro "Um Chama Entre as Cinzas".

"Está não é a vida, não o que pensamos que será (...) Você é a chama entre as cinzas, Elias Veturius. Você vai brilhar e queimar, devastar e destruir. Você não pode mudar isso. Não pode parar."(p.69)

"você é cheia, Laia. Cheia de vida e sombras e força e espirito. Você está em nossos sonhos. Você vai queimar, pois é uma chama entre as cinzas. Esse é o seu destino."(p.389)

Ainda me falta folego para escrever essa resenha, estou aqui ás 00h00, tendo que acordar ás 06h00, mas preciso escrever, colocar tudo para fora, o que eu senti depois de finalizar este livro. É um mix de sensações, que ainda não tinha sentido. Com certeza Sabaa Tahir escreveu uma das melhores historias que já li na minha vida (até hoje) e com certeza é o meu livro de 2015, nada supera essa mulher esse ano, apesar do ano ainda não ter terminado, mas a sensação para mim e que vem ótimas experiencias até o dia 31/12, mas não como essa. (ah, pronto falei)

Depois do surto vamos a historia. "Uma Chama Entre As Cinzas", escrito por Sabaa Tahir, e lançado em 2015 (Abril nos USA e Outubro no Brasil), conta a historia de dois personagens, tecnicamente de mundos diferentes, mas que possuem muitas coisas em comum, a principal delas é: "ambos são prisioneiros do seu destino". Laia é uma Erudita, povo dominado pelos Marciais, não escravos, podem até se tornar, mas eles são semelhantes mais próximos a uma sociedade Feudal do que outra coisa. Ela tem aquilo que sobrou de sua família destruída pelos mascarados (soldados do exercito Marcial). Depois da prisão do seu irmão, ela acaba caindo nas mãos da resistência, que propõe que ela se torne uma escrava, para espionar, nada mais, nada menos que a Comandante Dos Mascarados, e em troca, eles irão atrás de seu irmão.

Já Elias, é um mascarado, que não aceita a sua condição. Ele foi escolhido, pelos adivinhos (Augurs em inglês) aos seis anos de idade para fazer parte do exercito dos Marcias, e já estava prestes a se formar, porém ele montou um plano para desertar(fugir), tendo em vista que ele não poderia simplesmente deixar a sua condição sem pagar com a vida, porém no dia da sua formatura, ele tem um encontro com os advinhos, que será capaz de mudar toda a sua. Então ele se vê entre a cruz e a espada. Será que ele escolherá seguir o seu destino ou irá fugir? Outro detalhe (não se preocupe, não e spoiller). A mãe de Elias, é a Comandante dos mascarados.

Pela premissa a historia já me conquistou profundamente, Meu Deus, aonde vamos chegar com isso? fiquei super empolgado para ler, estava esperando só a edição brasileira, e eis que ela saiu de surpresa no mês de outubro, não tive palavras para descrever esse momento que eu a avistei, só comprei, e valeu cada centavo do meu dinheiro que dei. Além da premissa, a historia é ambientada em um deserto, e tem várias características da cultura Árabe, como suas figuras sobrenaturais (lembra um pouquinho Aladim, mas vai muito além disso). Fiquei triste, que a edição brasileira não vem como o mapa da Blackclliff (academia militar dos mascarados) e do Império Marcial, ok, vida que segue. Pensando nisso, deixamos aqui embaixo, para aqueles que amaram a historia como a gente, e acham importante.




Fora isso, a historia me conquistou muito, ela é bem dinâmica e suas mais de 400 paginas foram devoradas, rapidamente, e agora coloco para vocês porque eu amei muito essa historia:

O UNIVERSO DE SABAA TAHIR

É demais !!! ela construiu e costurou tao bem o mundo dela, que você fica fascinado. Nesse mundo existe o Império que hoje é dominado pelo Marciais, e subserviente a eles, estão:

Os Eruditos: Classes semelhantes a uma sociedade Feudal, onde normalmente eles atuam em atividades braçais, sendo "livres", porém com possibilidades de serem escravizados, por qualquer deslize. Os Eruditos não estão nessa situação á toa, eles já estiveram em uma situação mais confortável, mas perderam depois que eles fizeram um mal, muito grande a alguns seres sobrenaturais.

Os Escravos: Classes mais baixa do Império, são impedidos de realizar qualquer tipo de atividade que não sejam aquelas determinadas por seus patrões, além de morrerem das maneiras mais banais possíveis.

Os Tribais: Comunidades, que se "deixaram" ser dominadas pelos marciais, depois de um "acordo" que permitiu que eles continuassem com as suas atividades, comerciais e congêneres.

Os Marciais: Estão no topo do Império há 500 anos, depois de dominarem as outras populações com o seu armamento único, feito de aço, e possuindo um exército imbatível, chamado de mascarados, devido as mascaras que são fixadas em seus rostos.

Além disso, podemos ver nesse mundo, "a resistência", algo não tão inovador, mas que possui a sua importância, principalmente aos seus impactos em relação ao império, e seu jeito duvidoso de atuar como resistentes, a qual acabaram deixando o caráter, e outras coisas boas para segundo plano, devido seu "bem maior" que é derrubar o império.


CRIATURAS MÁGICAS E SOBRENATURAIS

Além disso, o mundo de Sabaa Tahir possuem vários seres mágicos, muitos deles associados á cultura Árabe, como os Efrits, que tem seus elementos ligados ao VENTO, o MAR e a AREIA. Ou ainda os Espectros e Ghuls que se alimentam do desespero dos humanos; os  Djins (uma espécie de gênios) que podem manipular o FOGO, a MENTE; E por ai vai.

Um dessas criaturas é essencial a historia, devido algo feito a eles no passado. Além disso, existem os Adivinhos (Augurs em inglês), que são essenciais na historia, o seu poder, não é exatamente de ler os pensamentos, mas saber o que existe em sua mente, a sua linha de raciocínio, com isso podem prever o futuro, e até mesmo curar feridas.

Somado a isso, vemos alguns personagens aparentemente normais, aparecendo com poderes "sobrenaturais" (que lindo isso né). O mais interessante desses seres é que muitos vivem nas sombras, o que vocês vão descobrir o motivo ao longo do enredo.

CENAS DE AÇÃO E MORTES

Durante o livro, existem algumas cenas de morte, poderíamos dizer até de carnificina, porém elas são feitas na medida, não excessiva e em momentos certos, onde, elas podem ser, apesar de cruel, justificáveis. Ou seja, não matando personagens somente pelo prazer de matar, o que é muito bom para o enredo.

ROMANCE

A historia apresenta um romance, na verdade uma teia de romance complicada, sendo o foco em alguns capítulos, e até essencial para a decisão de alguns personagens de agir ou não agir em determinadas situações, porém mesmo com todo esses pontos, não acho que o amor seja excessivo, considero até ser na medida para o clima de tensão que existe no ar.


PERSONAGENS

A historia tem dois personagens principais, extremamente carismáticos, que não são símbolos de perfeição, tem seus anseios, medos, prioridades, ações, e que vão crescendo muito ao longo da historia, o que torna a obra, bem mais envolvente. Elias, é mais decidido em suas ações, e seus objetivos são bem traçados, apesar de mudados ao longo do livro. Além disso, é importante ressaltar o seu senso de limite e responsabilidade. Laia é mais insegura em relação as suas atitudes. Não acostumada com essas situações de risco, ela tem de aprender a sobreviver nesse mundo em que se meteu, e de certa forma, ela consegue muito bem.

Os personagens secundários são icônicos também, se tornando figuras que deixam a historia perfeita. Antagonistas como a COMANDANTE não há (te doide é), a mulher é muito má. E o MARCUS, um violãozinho fdp. Além disso, tem a COZINHEIRA ESCRAVA (com a cara talhada), que nos imerge em umas explicações que faz-nos entender muito bem a historia; a IZZI (a escrava caolha) que realmente é uma grade amiga para a Laia; sem contar a HELENE, uma das pessoais mais fiéis que eu já conheci dentro dessas historias; os ADIVINHOS, a RESISTÊNCIA. São personagens que acrescentam muito a historia, se não existissem, deveriam ter sido criados.

"Eu convivo com a culpa. Mas existem, dois tipos de culpas, garota. O tipo que afoga até você se tornar um inútil e o tipo que te inspira sua alma para um propósito". (p.281)


Reflexões;

Eu sempre acho que toda e qualquer historia tem algo a acrescentar, e se ao lê-los s a gente consegue captar, o autor tem seu objetivo atendido. Nessa historia fica bem claro que essa questão de dominação, por meio de armas (poderíamos até cogitar a relação entre os USA e muçulmanos, onde a força tem se sobrepujado, porém não se engane, que porque hoje um está sobre o poder escravizando o outro, um é o vilão e o outro é o bonzinho, tudo tem um contexto histórico). Além disso, na historia há vários resquícios sobre o caráter do homem (que normalmente fica em cheque), amizade, luta pelo poder, força entre outras coisas.

Uma chama entre as cinzas tem todos os elementos de uma boa fantasia, com referências que não estamos acostumados a ver, nos mostrando que ao contrario do que muitas pessoas pensam, ainda existem muitas coisas a serem exploradas nesse gênero. "O livro é uma boa dose de chamas que ao acabar não se torna cinzas e sim uma fênix".

"Uma esperança tão tola pensar que, apesar de ter sido criado para a violência, eu poderia um dia me livrar dela". (p.400)

Assista ao Book Trailer (credito: grupoeditorialrecord)


 Assista ao BookTrailer da Editora America que publicou o livro


Acesse o site em inglês e conheçam um pouco dessa Maravilhosa história: CLIQUE AQUI

Duas novidades, o segundo livro "A Torch Against the Night" será lançado em Agosto de 2016 nos USA, e a Paramount já adquiriu os direitos de adaptação do livro para os cinemas antes mesmo do livro ser lançado em abril desse ano e tem previsão inicial de lançamento para 2017. (Só fico triste ficar nesse Hiatus, por tanto tempo).

Skoob: 4.8 Estrelas
Goodreads: 4.29 Estrelas

Recomendado Para Você

2 comentários

Comente com o Facebook

Instagram