Resenha: Não Pare - FML Pepper

março 01, 2016 / Redação SOODA /


Não Pare
Autora: FML Pepper
Editora: Valentina
Ano: 2015
04 Estrelas

Nina Scott não suportava mais a vida nômade e solitária que sua mãe, Stela, a obrigava a ter. Mudar de cidade ou de país a cada piscar de olhos, conviver com tantas perguntas que a consumiam, assombrada por mistérios de um passado guardado a sete chaves. Agora, aos 16 anos, a garota das estranhas pupilas verticais exigia respostas. E, para sua péssima sorte, elas já estavam a caminho! Quando Stela decide ficar em Nova York, Nina acredita que seu sonho de ter uma vida normal vai se tornar realidade. Finalmente terminará o ano letivo em um mesmo colégio, poderá fazer amigos sem ter que abandoná-los em seguida, viver um grande amor, amadurecer, criar raízes... Enfim, curtir a adolescência. Mas o “normal” está muito longe da vida de Nina! Perdida no olho de um furacão de mortes e inexplicáveis acidentes, tendo que esconder os terríveis fatos da mãe paranoica, Nina começa a desconfiar da própria sanidade mental, de tudo e de todos. O que explicaria os paralisantes calafrios, a perda de visão e de memória que experimentava sempre que alguém morria ao seu redor? O que ela teria a ver com os bizarros e sobrenaturais acontecimentos? Estariam eles interligados? Seria a Morte sua companheira para toda a vida? É chegada a hora da verdade. Nem tudo é o que parece ser. Perigo. A vida depende da Morte. Sedução. Não há onde se esconder. Medo. Olhos de um fascinante azul-turquesa espreitam. Paixão. Uma nova dimensão será aberta. Suspense. Cenários deslumbrantes e passagens infernais. Ação. É de tirar o fôlego. Viva este quebra-cabeça...enquanto você pode.




Autora: FLM Pepper é um exemplo que da nova geração de autores que começou na mídia online, sua série de livros "Não Pare" foi publicada inicialmente na plataforma de livros online da Amazon, depois de tanto sucesso, no ano de 2015 foi publicado no formato impresso "Não Pare" e "Não Olhe". A autora começou sua experiência literária tardia, devido as dificuldades financeiras de sua família, porém teve a oportunidade de conhecer os livros de ficção, potencializando a sua criatividade literária de criar boas obras, a exemplo de "Não Pare".

"Ele me puxou do meio fio-alargado, cerrou as mãos ao redor do meu pescoço e começou a aperta-lo. Dentro de mim algo sinalizava que havia chegado o momento. Os acidentes anteriores me alertavam, mas não conseguiram me preparar para este terrível momento: minha morte." (p. 87)

A Morte é um rito, do qual temos muito medo, ele é necessário é claro, imagine você se não houvesse esse momento, quantas pessoas existiriam no planeta Terra, quantas pessoas estariam sofrendo por alguma doença, ou algo nesse gênero, seria um caos com certeza. Mesmo assim, estamos preparados pra Morte? se ela bater em nossas portas deixaremos ela entrar? E se ela estivesse personificada em uma forma humana? como ela seria? Seria aquelas, no estilo das histórias de Penadinho? ou seriam as imaginadas por FML Pepper? Olha, se eu pudesse escolher ser levado por uma Morte, confesso que as mortes de FML Pepper são melhores, pelo menos fisicamente (hahahaha), mas enfim, vamos a história.

Não Pare tem como protagonista a Nina, uma adolescente de 17 anos, meio nômade, que nunca parava em nenhum lugar, pois sua mãe vivia se mudando de um canto a outro nesse mundão (imagino que elas eram ricas, porque mudar assim de um lado para outro, não é pra qualquer um). Normalmente essas mudanças aconteciam, depois de acontecer alguma experiência trágica com Nina, que culminava na morte de uma outra pessoa. Inicialmente ela se achava muito azarada, mas com um tempo percebeu que isso era no minimo estranho. Além disso, vale ressaltar que Nina nasceu com uma deformidade nos olhos, deixando-os semelhantes a olho de gato. Depois de muito perturbar, sua mãe decidiu que ela enfim não se mudariam mais e se estabeleceriam em Nova York. Porém, as situações trágicas não paravam de acontecer com Nina, ela decidiu não contar mais para mãe, até que um dia no cinema sua mãe sofre um acidente e Nina se ver sozinha no mundo. Na verdade não sozinha, mas de frente com a sua morte.



A sua morte na verdade atendia pelo nome de Richard, um cara bonitão da escola, porém estilo Bad Boy, a qual Nina antipatizou desde o inicio (logo se sabe porque). No momento que ele teve a oportunidade de fazer o serviço de acabar com a vida de Nina, ele não fez, mas porque será? quem eram as mortes? o que elas faziam? porque viraram mortes? E Nina? quem seria de verdade? o melhor, seria ela viva, ou morta? Essa e outras respostas vão sendo explicadas durante o livro.

FML Pepper criou uma história de fantasia bem diferente. Primeiro porque ela "humanizou" as mortes, pelo menos fisicamente, já que elas não possuíam sentimentos. Segundo, ela dividiu o mundo em quatro dimensões. A superior, denominada de Plano A, que seria o Céu, a segunda denominada de Intermediário, onde os seres humanos vivem, a terceira chamada Zyrk, onde vivem as mortes, e a quarta chamada vértice, onde os humanos denominam de inferno. Inicialmente eram somente dois planos, mas por causa de uma situação, estilo Cain e Abel da Biblía, passaram a existir mais planos, onde então passou a existir a maldição das Mortes (É, não tá fácil nem pras mortes).

As mortes se subdividem em quatro clãs (ou reinos), possuindo um líder cada um, assim essa organização é realizada para aplicar as mortes dos seres humanos. O Clãs são, Thron, Storm, Windston e Marmon. Abaixo fizemos um quadro para tentar facilitar a vida de vocês:





A história é bem intrigante, a escrita da autora é bem leve, de fácil entendimento (você não precisa ser mestres dos magos para entender), ela não apresenta um mundo com profundidade, o que não significa que ele não seja interessante. Gostei da protagonista, ela cumpre o seu papel, apesar de que tenho um pouco de problemas com protagonistas que precisam ser salvas a todo instante. E que Morte é essa estilo bad boy, que chega com aquelas jaquetas de Rock, e com uma trilha sonora bem intensa, de Queen a Evanescence. Se a minha Morte for assim, por favor, apareça, porque a vida ta difícil (Brincadeira viu amor, te amo).



A edição feita pela Editora Valentina é muito bonita, não vi graves problemas de revisão, a capa condiz com a história, gostei do efeito brilhoso no "Não" de "Não Pare!" e a fonte é bem legal também. No interior, gostei do espaçamento. O inicio de cada capitulo com a foto de capa, achei bem estranha, porque não tinha nenhum diferencial, era a mesma coisa, então sou indiferente a isso. Gostei do punhal nas páginas, mas não gostei das rosas, não achei que houvesse muita relação com a história.

Enfim, o final foi bem clichê, mas que não significa que seja adorável também, e cria um clima bem interessante para o próximo livro... O livro já foi lançado e espero adquirir antes do lançamento de "Não Fuja !". No mais, acredito que "Não Pare seja um roteiro com a morte sem a parte do final que nos faz chorar, é intenso, é bonito e quem sabe mais bonito que a vida". Abaixo o Teaser de Não Pare e até a próxima Soodinhas!!



SKOOB: 4,3 Estrelas

Recomendado Para Você

0 comentários

Comente com o Facebook

Instagram