Resenha: A Profecia do Paladino - Mark Frost

abril 19, 2016 / Redação SOODA /


A Profecia do Paladino - Livro 01 (The Paladin Prophecy)
Série A Profecia do Paladino
Mark Frost
Editora: Galera Record (Grupo Editorial Record)
Ano: 2016
04 Estrelas

Will West faz de tudo para não chamar a atenção. A pedido dos pais, ele se esforça para tirar notas medíocres e não se destacar. Mas quando sua escola o obriga a fazer uma prova de desempenho geral, ele acaba se esquecendo de errar algumas respostas. Seu resultado espetacular atrai o interesse de uma das escolas particulares mais exclusivas do país, que o procura para oferecer uma bolsa de estudos. No entanto, assim que recebe essa oferta, começa a ser seguido por homens misteriosos e sedãs pretos. Ao tentar escapar de perseguidores, seus pais desaparecem e Will acaba se matriculando às pressas no misterioso colégio. Chegando à sua nova escola, ele percebe possuir talentos físicos e mentais que beiram o impossível e descobre que suas habilidades estão conectadas a uma batalha milenar entre forças épicas.

Autor: Mark Frost Nasceu em Nova York, mas cresceu em Los Angeles, desde os 10 anos de idade treinava a sua habilidade com a escrita, e aos 15 anos já escrevia profissionalmente, após se formar, começou a trabalhar escrevendo roteiros de episódios para séries, até ser o roteirista de Twin Peaks, uma das séries mais emblemáticas dos anos 90 (e vai voltar em 2017... aaaaaaaa). Além disso, o autor foi responsável pelo roteiro do Quarteto Fantástico (o primeiro) e A Profecia do Paladino é a sua primeira investida infanto juvenil.


Resenha: Hoje vou começar essa resenha em meio a um caos mental... Todos os pais querem que seus filhos tirem boas notas, certo? sejam safos na escola, certo? excepcionais em algo, to mentindo? Afinal, se você é assim tão excepcional, será motivo de muito orgulho na familia, não é verdade? ERRADO. Pelo menos no ponto de vista dos pais do nosso protagonista, Will West do livro escrito por Mark Frost "A Profecia do Paladino". Você deve tá imaginando que louco esses pais né?



No livro A Profecia do Paladino, conhecemos a história de Will West, um garoto excepcional, que tem uma inteligência além de outras habilidades fora do comum, porém os seus pais, o criaram de maneira peculiar, apesar de serem relativamente permissivos, impuseram por exemplo, que o garoto sempre errasse questões de provas, e não usasse toda o sua habilidade física, com base numa lista de regras, que deram a ele (desde que ele se entende por gente), doutrinando-o a sempre segui-las (uma espécie de treinamento militar). Porém, Will já com 15 anos, acabou gabaritando sem querer um exame nacional, chamando a atenção de uma escola para pessoas excepcionais e somado a isso, ele começou a ser seguido por um carro estranho, e pessoas, que ele denominava de "Boinas Pretas" que simplesmente queria mata-lo (coisa besta né).


"A Prova, tinha que ser. E se a nota do menino tivesse disparado algum tipo de alarme que chamaria a atenção de outra pessoa? Alguém cujo o interesse nele não era nem de perto tão bom ou benigno quanto o do centro" (p. 39)

Depois de um dia de cão, onde ele se sentiu obrigado a se separar dos pais, Will liga para a agente da Escola Excepcional, dizendo que ele precisa chegar até aquele ambiente o mais rápido possível, a agente consegue manda-lo para a escola que fica em Wiscosin, porém a viagem dele até o aeroporto continua sendo totalmente fora do comum, com o aparecimento dos "Boinas Pretas" e de um cara, que acabou ajudando-o, no avião, depois que uns Gremilins resolveram atacar (WTF?)



No centro ele é recebido pelo diretor da escola, que explica que ele vai cursar apenas algumas disciplinas até o próximo ano, ele recebe então um Tablet, com um monte de funções inimagináveis ainda,e tem de devolver todos os seus equipamentos tecnológicos, ficando então a mercê das informações que o centro fornecer a ele (ou talvez não... heheheh). Depois disso, e começa a circular pelo instituto e fazendo algumas amizades com vários adolescentes, que também possui habilidades. Vale ressaltar que nem todos os adolescentes do centro tem habilidades especiais, mas os que andam com eles sim. Ao mesmo tempo ele começa da construção dessas novas amizades, ele começa a fazer inimizades também, com pessoas que parecem ter um ódio gratuito com ele (ôôô Draco, é você meu filho?).

"Aqui no Centro, a gente costuma dizer que os problemas só existem para nos estimular a achar a soluções. É melhor você não ser uma inspiração para mim"(p. 113)

Com o tempo, começa acontecer coisas estranhas com ele no Instituto, como o ataque de novos demônios, levando ele e seus amigos a começarem a investigar sobre o assunto e acabam percebendo que podem fazer parte de uma profecia, A Profecia Paladino. Para quem não sabe, os Paladinos são heróis cavalheiros, de caráter inquestionável, e que sempre seguem o caminho da verdade. Os Paladinos surgiram na época da Idade Média e estão presentes em vários momentos da história e mitologia. Então chegamos a pergunta? porque acontecem tantas coisas com Will? qual a relação dele com essa profecia? Porque demônios sempre o atacam? Essas e outras respostas vão sendo respondidos nas mais de 400 páginas do livro.


Confesso para vocês que tinha uma outra expectativa do livro, achava que seria algo que versaria por uma ficção histórica, o que este livro está longe de ser, mas no final de contas ele acabou me surpreendendo, apesar de que esse livro me lembra um pouco, observe: "Um jovem que vai parar numa escola de excepcionais, depois de acontecer algo com os pais, faz parte de uma profecia, conhecem vários amigos que se junta a essa jornada, tem inimigos relativamente questionáveis e ele se ver então numa luta do bem contra o mal" (Harry... cof... cof... Potter).

Além disso fãs de RPG, verão a referências de vários demônios durante o livro, e provavelmente acharão lindo, até porque o autor referencia de maneira tão esplêndida que sente que não foi uma cópia de algo, mas sim uma homenagem de tudo aquilo que ele gosta.

No final gostei muito do livro, o autor consegue te prender pelas palavras, seja por recursos como os famosos plot twists, seja pelas cenas de ação e emoção muito bem construídas, alias não esperava menos do roteirista de Twin Peaks, as palavras começam a se transformar na sua mente num seriado, daqueles recheados de ação e aventura, o que por si só é ótimo, o que esse livro perde de originalidade, ganha em recursos para te prender até o fim.


A edição nacional, lançada em 2016 pelo Selo Galera do Grupo Editorial Rercord, está com uma capa envernizada, brilhosa, com as palavras em auto-relevo. Confesso que prefiro a capa norte americana, tendo em vista que a capa nacional, consegue te enganar levando por outros caminhos, o que pra mim foi bom, mas para outras pessoas pode não ser.

No mais, acredito que A Profecia Paladino "é um livro sobre crescimento, é um livro de descobertas, é um livro de ação e aventuras, é um livro de clichês e efeitos nada originais, que te levará até o final das suas páginas com gosto de quero mais".

"Uma fenda no ar... Que nem aquela nas colinas la perto de casa! Uma janela para o Nunca-Foi... É de lá que os monstros vêm, e é assim que eles chegam aqui... Burbelangs e gremilins e não sei nem que diabo era aquela última coisa horrorosa." (p. 180)


Confira o Site internacional desse livro feito pela editora original dele, posso dizer que está recheado de conteúdo extra (clique aqui) e abaixo colocamos o trailerbook oficial do livro. Esperamos que tenham gostado e até a próxima pessoal.


Recomendado Para Você

0 comentários

Comente com o Facebook

Instagram