Resenha: Condenada - Chuck Palahniuk

agosto 18, 2016 / Francisco Soares Chagas Neto /

Como vocês acham que seria o seu encontro com o inferno? Será que tropeçaria com Hitler?? A protagonista dessa história se encontrou com ele... Conheça mais a história, cheia de sacarsmo e críticas sociais ao modo Palahniuk de ser.





Condenada (Volume 01)
Autor: Chuck Palahniuk
Editora: LeYa
Ano: 2014
4 Estrelas

"Está aí, Satã? Sou eu, Madison". É assim que sempre se apresenta a narradora de treze anos de Condenada, novo livro de Chuck Palahniuk: uma sombria, irreverente, hilária e brilhante sátira sobre adolescência, Inferno e Satã. Madison morreu por overdose de maconha. Ora, mas alguém morre por overdose de maconha? Essa é a pergunta que todos fazem a Madison e, no decorrer do livro, entendemos como, de fato, as coisas aconteceram. Mas não é esse o mistério central da história: a narrativa de Palahniuk nos mostra um enredo intrincado, cheio de idas e vindas e situações inusitadas. Madison é filha de uma atriz de cinema narcisista e de um bilionário, e é largada em seu colégio interno suíço todos os Natais, enquanto seus pais só se preocupam em investir em novos projetos e adotar órfãos - não coincidentemente, sempre na época de lançamento de mais um filme encenado pela atriz hollywoodiana... No Inferno, a condenada Madison partilha sua danação com um grupo distinto e inusitado de pecadores: uma líder de torcida usando sapatos de marca falsificada, um jogador de futebol americano, um nerd com conhecimentos surpreendentes da história mundial e um roqueiro punk de cabelo azul. Ao longo do caminho, Madison procura entender sua vida, sua morte, seus pecados e sua adolescência perdida - tudo isso enquanto tenta obter a atenção de Satã.

Autor: Chuck Palahniuk é o tipo de autor que a gente compra o livro só porque é desse autor. Conhecido mundialmente por Clube da Luta, Palahniuk, que já foi lutador e após uma vida conturbada, decidiu se tornar escritor de ficções transgressoras, inclusive seus personagens em sua maioria, são personagens marginalizados pela sociedade que precisam se superar para conquistar aquilo que objetivam. Além de Clube da Luta, Palahniuk também escreveu Sobreviventes, que apesar de ter sido comprado para realização de um filme, foi arquivado devido aos ataques de 11/09, tendo em vista que o livro trata de um sequestro de um avião. Vários outros livros de Palahniuk fizeram sucesso, porém ainda não tem sua versão traduzida.

Resenha: Antes de tudo, queria saber de você, qual o significado da morte? O que vocês acham que acontece depois de morto? E o inferno? Você tem vontade de conhece-lo? Qual o significado dele pra você? Difícil né? (Conversar esses assuntos de inferno e morte dá calafrios, hahaha). Porém, existe uma obra que trata o submundo de maneira mais leve, com uma visão menos abstrata da vida pós-morte: A Condenada.

O enredo da obra nos leva a morte de Madson Spencer, filha de bilionários de Hollywood, que teve uma infância, digamos que um pouco conturbada, devido a forma, os quais seus pais viviam, sendo "filhos" de Woodystock (imagine isso aí !!!), mas que agora são figuras conhecidas do cinema norte americano. Após a morte de Madson, ela então se encontra no inferno. De acordo com a própria menina, isso acontece porque ela tem uma overdose de maconha (Oi?). Você deve estar se perguntando, como isso é possível? Bom, eu também me perguntei. E claro, existe algumas motivações bizarras para tudo isso, não vou revela-las por motivos óbvios (Seria Spoiler), mas torna, tudo, bem mais engraçado.



Enfim, no inferno, Madson se torna amiga de figuras tão estranhas quanto um dia ela foi em vida, Leonard, o nerd; Archer, o punk; e Babbete, A patricinha falsificada. Com eles ela tem suas crises, e aventuras no inferno. Situações digamos que um pouco estranhas, mas dignas do local onde ela se encontra. Ela irá lutar com demônios, brigar com os personagens mais perversos da história, trabalhar como telemarketing, afinal segundo a história, não existe nada mais do inferno do que as atendentes de telemarketing (hilário isso!!)

Chuck Palahniuk, conhecido pelo livro Clube da Luta e Sobrevivente, consegue fazer essa narrativa de vida pós-morte com uma primazia única, descrevendo o inferno, a sua maneira, tendo uma visão, do qual você nunca imaginaria, utilizando-se de referências verdadeiras (no sentido da existência das lendas e credos), intercalando com a ficção criada por sua mente. Seu texto é escrito de forma bem leve, porém com críticas às vezes bem ácidas em relação ao comportamento humano. Próximo ao final do livro, Chuck cria uma reviravolta interessante que nos faz querer ler mais e mais, já indo atrás do segundo livro, para saber o que acontece com Madson e sua trupe.

E o Satã aparece? Não vou estragar a sua experiência de leitura com spoiller, leia o livro e conheça esse mundo, quer dizer inferno criado por Palahniuk.

Skoob: 3.8 Estrelas
Good Reads: 3.37 Estrelas
Compre Aqui

Recomendado Para Você

2 comentários

Comente com o Facebook

Instagram