Votações do Goodreads Awards chegam na fase final

novembro 16, 2016 / Redação SOODA /

Premiação concedida pela maior rede social de livros do mundo, vai determinar quais são os melhores livros em 20 categorias, escolhidos por voto popular




Até o próximo dia vinte e sete de novembro (27/11) está em aberto as votações para a fase final do Goodreads Awards, premiação concedida pela rede social de livros Goodreads, para as obras mais votadas em vinte (20) categorias, que vai dos tradicionais ficção e não-ficção, até outras mais peculiares como Graphic Novels e Quadrinhos, Fantasia YA, Livros de figuras, entre outros.

Desde de 2009, a premiação que em seu inicio teve um pouco mais de 100 mil participantes, conta hoje com mais de três milhões de votos, mostrando que a cada ano ela ganhou mais força, se tornando a premiação popular de maior peso no mundo literário. Conheça agora, os concorrentes em algumas categorias desse ano:

FICÇÃO: Na categoria de ficção já houveram nos anos anteriores, autores de peso que conseguiram levar a premiação. Entre eles JK Rowlling (Morte Súbita), Haruki Murakami (1Q84), além de obras que foram adaptadas para o cinema e concorreram ao Oscar, a exemplo de Quarto (O Quarto de Jack)e Histórias Cruzadas.

Entre os candidatos esse ano, somente o livro A Grana, já foi traduzido e lançado aqui no Brasil pela Editora Intrínseca, porém entre os indicados, pode ser visto o Eligible, uma recontagem de Orgulho e Preconceito que também é forte concorrente ao prêmio.

MISTÉRIO E THRILLER: Categoria que já premiou duas vezes Stieg Larson (A Menina que Brincava com Fogo, A Rainha do Castelo de Ar), e teve como vencedores Dan Brown (Inferno), Gillian Flynn (Garota Exemplar), Paula Hawkins (A Garota no Trem), traz esse ano a possibilidade de Stephen King ganhar mais uma vez com a sua trilogia do Bill Hodges, o qual o primeiro livro, Mr. Mercedes, já faturou a premiação, deixando as expectativas de 2016 para o Último Turno. Será?





FANTASIA: É uma das categorias que não costuma sair da zona de conforto, premiando normalmente autores já consagrados, a exemplo de George Martin (Dança com Dragões), Brandon Sanderson, Neil Gaiman (Oceano no fim do Caminho e Alerta de Risco) e Stephen King (A Torre Negra: O Vento pela Fechadura), trazendo uma exceção em 2014 quando Deborah Harkness faturou na categoria (O livro da Vida).

Esse ano, seguindo a tradição de premiar autores consagrados, o vencedor deverá ser JK Rowlling e o Harry Potter e a Criança Amadiçoada (único da lista já traduzido para o português), a menos que fãs da saga durmam no ponto.

Mesmo assim, autores de séries de fantasias mais longas também estão concorrendo e querem ganhar o seu lugar ao pódio, como Mistborn (6° Livro), Série Alfa e Ômega (9° Livro), Febre Negra (8° Livro) e também best sellers como o segundo livro da Trilogia de Um Tom Mais Escuro da Magia.



FICÇÃO CIENTÍFICA: Categoria que já premiou Stephen King (11/22/63), esse ano tem como indicados os já vencedores de outras edições, como Pierce Brown (Estrela da Manhã) e Terry Prachet, além de novatos nas indicações Sylvain Neuvel (Gigantes Adomercidos)e Claudia Gray (Bloodline).

GRAPHIC NOVELS AND COMICS: Categoria que já teve como vencedores Crepúsculo, Academia de Vampiros e The Walking Dead, esse ano possui Graphics que já estão há vários anos na lista dos indicados, como Miss Marvel e Lumberjanes que já concorreram em 2015 e Saga, que desde quando foi lançada, ela está entre os indicados, faturando o prêmio no ano passado, dificultando assim para os estreantes, Pantera Negra e Ninguém Vira Adulto de Verdade.

YOUNG ADULT FICTION: Categoria que não costuma repetir autores, já teve como vencedores; Lauren Oliver (Antes que eu Vá), John Green (A Culpa é das Estrelas), Gayle Forman (Para onde ela foi), Rainbow Rowell (Eleanor & Park), Jeniffer Niven (Por Lugares Incríveis) e E. Lockhart (Mentirosos). Esse ano, a disputa traz entre os vencedores dos outros anos, apenas Jennifer Niven e sua mais recente obra (Juntando os Pedaços). Será que a tradição de nunca escolher o mesmo autor será mantida?

YOUNG ADULT FANTASY AND SCIENCE FICTION: Essa categoria que por cinco anos foram dominadas por livros de duas séries; Jogos Vorazes (2009 e 2010), Divergente (2011, 2012, 2013), inovou em 2014 e 2015, quando escolheu o último livro da série instrumentos mortais e quarto livro da série Trono de Vidro, respectivamente, saindo daquela premissa de premiar os livros de uma série até que ela se finalizasse.

Em 2016, com o maior número de indicados que já foram traduzidos para o português (5), o estigma de premiar continuações pode estar de volta, com a possibilidade de vitória para o quinto livro da saga Trono de Vidro. Mas para que esse estigma volte, seria necessário muito esforço dos fãs da saga, para derrubar pela frente, outras séries que foram se consolidando ao longo dos anos, como o quarto livro da série Garotos Corvos, quinto livro da série A Seleção, segundo livro da trilogia Uma Chama Entre as Cinzas, primeiro livro da série Os Artifícios das Trevas (mesmo universo de instrumentos mortais), segundo livro da série Rainha Vermelha e também o segundo livro da série Corte de Espinhos e Rosas, ou seja, Sarah J. Maas disputando com duas obras. A única verdade que sobre essa categoria é que provavelmente mais uma mulher deve levar a premiação.

E você também pode ajudar ao seu autor/obra favorita. Basta ser um cadastrado no Goodreads e clicar nesse link para votar e escolher os melhores de 2016.

Recomendado Para Você

0 comentários

Comente com o Facebook

Instagram