Resenha: Pretérito mais que Perfeito - Otoniel Oliveira e Outros Autores

janeiro 11, 2017 / Redação SOODA /

Uma praça... Como fora? Como foi? Como é? Como Será? Conheça as nuances da Praça da República em Belém do Pará, através desse quadrinho maravilhoso do Otoniel Oliveira e outros autores




Pretérito mas que Perfeito
Autor: Otoniel Oliveira e Outros Autores
Editora: Estúdio de Quadrinhos Iluminuras
Ano: 2015
Skoob: 4,6 Estrelas
Maiores Informações
05 Estrelas

Um lugar participa da vida de todas as pessoas que passam por ele compartilhando suas vidas, dramas, emoções, momentos. talvez com o tempo de sua existência, esse lugar comece a acumular esses pedaços de vida, esses pequenos momentos vividos de que ele só entendeu uma parte, um excerto, um quadro da história toda.
Essa é a premissa para a produção da história em quadrinhos Pretérito Mais que Perfeito, onde um personagem silencioso, um Banco da Praça da República, é o coadjuvante na vida de diversas pessoas, em diversos momentos e situações diferentes, atravessando os anos, as décadas e mantendo-se lá enquanto tudo ao seu redor muda, e mesmo depois, quando tudo volta a ser o que era.

Autor: Otoniel Oliveira é sócio-proprietário do Estúdio Iluminuras e possui vários quadrinhos independentes relacionados a cultura amazônica

Vamos fazer um exercício? na próxima vez, quando você for a uma praça em sua cidade, observe e responda aos seguintes questionamentos:

Quantas pessoas passam por alí? o que elas fazem? que histórias elas podem nos contar? quantos encontros e desencontros tiveram naquele local? e no passado, que momentos históricos foram vividos naqueles espaços? o que as pessoas já fizeram de dia ou de noite? como se apropriam daquele espaço? Complexo, não? mas muito interessante!



Partindo desse principio nasce o quadrinho "Pretérito mais que Perfeito" idealizado por Otoniel Oliveira, com textos e pesquisas do historiador Petrônio Medeiros, os quais tiveram um batalhão de quadrinistas que colaboraram para o sucesso desse projeto. O quadrinho, conta várias histórias que ocorrem na Praça da República, na cidade de Belém do Pará, uma das principais praças da cidade, que foi palco de vários momentos marcantes para a sociedade paraense. Existem histórias contadas desde o surgimento da praça, no final do século XIX até o anos 2032 (um futuro distópico), onde podemos perceber as formas de apropriação desse espaços em diferentes épocas, e como é significativo guardar na memória da população um espaço como esse.

As histórias contadas são fictícias, porém tem como pano de fundo momentos históricos da cidade. Alguns desses momentos eu nunca imaginei que tivéssemos passado e que com certeza ficaria a margem da minha memória, e assim o quadrinho acaba se tornando um testemunho de fatos históricos de nossa cidade. Inclusive ao final, ele possui notas históricas, contendo comentários sobre os momentos abordados em cada história, sendo um complemento sensacional a todos nós, não somente paraenses, mas brasileiros, que nunca iríamos imaginar que aconteceram tantas coisas interessantes na região amazônica.



Aí você se pergunta, Francisco, então deve ser chato né, porque aborda tantos fatos históricos? Pelo contrário, a maioria das histórias são bem divertidas, com um humor singelo, cenas do cotidiano, que poderia acontecer comigo, com você (se vivêssemos naquela época, é claro), e que apresenta morais, e ensinamentos que costumamos ver nos quadrinhos. Aliás, nada passa despercebido, ao final do livro, existem uma notas do Otoniel, explicando como foi construído cada história, concepção, traços, o que é mais uma surpresa pra gente.



Por falar em surpresa, o Projeto é cheio delas, primeiro é que apesar de cada história não ser ligada uma com a outra, ou autores conseguiram fazer um link espetacular, um recurso que faz você passear pela história e só terminar, quando largar. Além disso, a cada inicio de história, existe um QR Code, que vai te mostrar uma música que combine com a leitura daquela história. O objetivo, com certeza é tornar a sua experiência literária, cada vez mais completa. Poucas histórias conseguem fazer esse mix de sensações como "Pretérito mais que Perfeito".

Bom, talvez por isso o projeto tenha conseguido atingir a sua meta no Catarse. Para quem não sabe, esse quadrinho é independente e teve o seu financiamento, por meio de "Crowdfunding", no site do Cartase, atingindo o seu objetivo e produzindo essa obra, aliás é impossível não agradecer esses financiadores colaborativos que acreditaram num projeto maravilhoso como esse. Acesse Aqui e saiba mais.. Abaixo, você também pode conhecer mais sobre o projeto, apresentado por Otoniel, responsável pelo projeto.


Então "Pretérito mais que Perfeito é uma viagem histórica, pela Belém dos séculos XIX, XX e XXI, com uma experiência que somente o mundo dos quadrinhos pode lhe proporcionar, mexe com todos os seus sentidos e para quem é paraense sensações também".




Recomendamos "Pretérito mais que Perfeito" para:


  • Amantes de quadrinhos que mix história x realidade;
  • Pessoas que curtem projetos diferentes a exemplo de Av. Paulista (Clássico dos quadrinhos no Brasil) ;
  • Quem quer conhecer um pouco mais sobre a história e memória da região norte do país;

Recomendado Para Você

0 comentários

Comente com o Facebook

Instagram