Vem Aí: FRANKENSTEIN, OU O PROMETEU MODERNO - Mary Shelley (Darkside Books)

janeiro 17, 2017 / Redação SOODA /

Obra clássica que inaugurou o gênero de terror ganhará uma nova edição, pela Darkside Books, com extras exclusivos e ilustrações do artista Pedro Franz


Foto Divulgação - Darkside Books


Tudo começou em 1816, quando um grupo de escritores fizeram um desafio de escrever um conto de terror cada, assim Mary Shelley concebeu a sua grande obra literária Frankenstein, ou Prometeu Moderno, que foi lançada dois anos mais tarde, inaugurando o gênero de terror. É só Perguntar a autores como Tim Burton, Stephen King, Clive Barker e Guilherme del Toro fonte de suas inspirações literárias, eles terão como unanimidade a essa obra, essa autora.

Assim Mary Shelley se tornou uma das maiores escritoras da história da humanidade, em uma época onde trabalhar com literatura não era para mulheres. A autora ainda é uma lutadora ferrenha dos direitos da mulheres, falando também do amor livre, antes mesmo de qualquer pessoa imaginar em Woodstock. Detalhe, ela ainda inaugurou outro subgênero literário, as Distopias, a qual pode ser vista em sua obra "O Último Homem", lançada em 1826.

Foto Divulgação - Darkside Books


Hoje é difícil, alguém que não tenha ouvido falar desse clássico, afinal desde adaptações em forma de desenhos animados, como frankenweenie, ou filmografias cults como "The Horror Picture Show", até a sua adaptação mais conhecida filmada em 1958 e tendo como protagonista Boris Karloff, essa história já passou por vários momentos de nossa vida, e agora retorna nessa edição da editora Darkside Books.

E para comemorar 200 anos, a editora preparou uma edição com tradução de Marcia Xavier de Brito, e ainda tem quatro contos sobre a Imortalidade, em que Shelley continua a explorar os perigos e percalços daqueles que se arriscam à tentação de criar vida: “Valério: O Romano Reanimado”; “Roger Dodsworth: O Inglês Reanimado”; “Transformação”; e “O Imortal Mortal”, histórias pesquisadas e traduzidas por Carlos Primati, estudioso do gênero. Claro, a obra ainda terá ilustrações do artista e quadrinista Pedro Franz.

Ilustrações de Pedro Franz para o livro  Arte Digital: Fraturas, preservação proliferativa e dimensão afetiva
Disponível no site do autor


A Coleção Medo Clássico da editora chega em 2017 com obras que serão mais que para apenas leitura, mas para a salvaguarda desses autores na história de nossos corações.

Recomendado Para Você

0 comentários

Comente com o Facebook

Instagram