Resenha: A Guerra que Salvou a Minha Vida - Kimberly Brubaker Bradley

abril 02, 2017 / Francisco Soares Chagas Neto /

Uma garotinha que está, em meio a segunda guerra mundial, lutando a sua própria guerra para sobreviver




Em 1945 existiam cerca de 13 milhões de crianças abandonadas em decorrência da Segunda Grande Guerra Mundial, ocorrida entre os anos de 1939 - 1945. Muitas delas tiveram que fugir de seus locais de residências, outras acabaram perdendo suas famílias, tendo que viver agora como órfãos.

Algumas histórias já abordaram essa discussão, como O Diário de Anne Frank, ou o Menino do Pijama Listrado. Agora Bradley traz mais uma dessas histórias contadas pelo ponto de vista de uma criança, porém com um adeno, essa a protagonista estava enfrentando uma outra guerra: A sua.

LEIA MAIS SOBRE AS CRIANÇAS NA SEGUNDA GUERRA MUNDIAL

A história começa em 1939, onde Ada uma garota de 10 anos possui uma deficiência no pé, o qual deixou ele torto. Ela é trancafiada em sua casa e abusada constantemente por sua mãe que a obriga a fazer todos os afazeres domésticos se arrastando pelo chão. Sua única felicidade era o seu irmão mais novo, que era normal e por isso vivia bem solto, saindo de casa quando quisesse, e indo também à escola.

Num desses dias Jaime, retorna pra casa avisando a mãe que as crianças deverão sair de Londres em decorrência da guerra que estava chegando. Ada, então pergunta a sua mãe se irá com seu irmão. Obviamente, a genitora responde negativamente e então a garotinha decide mudar a sua vida: precisa fugir dali. E é o que faz, com muita dificuldade, ela tenta aprender a andar, mesmo com o seu pé torto: Começa então a luta de Ada pela sua sobrevivência.



Ao longo da história, vamos atravessando às várias dificuldades de Ada e seu Irmão, são várias batalhas que ela vai tendo que lutar para fugir da sua mãe e da guerra.

A primeira delas é o caminho da sua casa até o trem, apesar de ser fácil para seu irmão, pra ela é muito tortuoso, ela precisa enfrentar as dores físicas da sua deficiência e psicológicas de nunca ter saído de casa. O coração de qualquer leitor se aperta desde esse momento. E as dificuldades não param por aí. Ao chegar na cidadezinha, ninguém a escolheu, ela acabou indo para na casa de uma senhora que não queria recebe-los. No final das contas, parece que a sorte não estava ao favor deles.

Porém o aspecto ranzinza da jovem senhora logo se apagou, aos poucos ela foi tratando as crianças bem melhor que a sua mãe, cuidando-o, dando de comer, enfim, elas passaram por coisas boas que nunca haviam acontecido em suas vidas, mas uma outra batalha em Ada chegará: A sua batalha interna para aceitar aquilo.



Ada não sabia ler ou escrever, não sabia formular frases e não compreendia a maioria das coisas que a sua tutora falava. Além disso, ela tinha medo de que fosse apanhar, achava que sempre deve cuidar de si mesma, ela não conseguia tirar o peso do sofrimento anterior em sua vida. E nem nós. A cada capitulo finalizado, uma lágrima escorria, seja por uma vitória conquistada, seja por mais algum sofrimento que descobríamos em relação a vida da jovem garotinha. Mesmo assim, aos poucos as coisas iam ocorrendo positivamente em sua vida, como um pôneizinho teimoso que ela resolveu cuidar, ou o surgimento de novas amizades, porém...

A GUERRA CHEGOU

E com ela vieram os medos, e sentimentos perante aquele período. Então tudo que já era ruim, se tornava pior, as bombas, os espiões, às cidades que deveriam ficar sempre alerta, os primeiros navios que aportavam com vários feridos, foi o momento onde todas as crianças precisavam crescer e não havia tempo para choros ou traumas, somente para a luta em favor da Guerra. O inimigo agora é outro.

A autora colocou várias intercorrências e sentimentos daquele período, nos mostrou as grandes dificuldades enfrentadas, não somente a nível da ocorrência de uma guerra e sim da cultura da época, uma período onde o conservadorismo ainda imperava, não havia espaço para nenhum tipo de minorias a não ser o preconceito.

Todos os temas tratados nesse livro são pesados, doloridos e levam quase todos que leem esse livro as lágrimas, porém com o filtro da narradora, a propria Ada, uma garotinha forte, fofa, e que traz a inocência de uma criança, tudo fica mais leve, porém não menos incompreensível e sem importância, porque afinal de contas, a guerra provocou mortes e dores irreparáveis e sobre isso nunca devemos esquecer para que nunca volte a acontecer.



P.S. A história tem continuação prevista para sair nos Estados Unidos em Outubro de 2017. O Titulo é "the war i finally won". Ainda não existe previsão para o lançamento no Brasil.

A Guerra que Salvou a Minha Vida (The War that Saved My Life)
A Guera que Salvou a Minha Vida #01
Autora: Kimberly Brubaker Bradley
Editora: Darkside Books
Ano: 2017
Skoob: 4,7 Estrelas / Goodreads: 4,4 Estrelas
Compre Aqui
05 Estrelas
A Guerra que Salvou a Minha Vida é um daqueles romances que você lê com um nó no peito, sorrisos no rosto e – entre um parágrafo e outro – lagrimas nos olhos. Uma obra sobre as muitas batalhas que precisamos vencer para conquistar nosso lugar no mundo. Ada tem dez anos (ao menos é o que ela acha). A menina nunca saiu de casa, para não envergonhar a mãe na frente dos outros. Da janela, vê o irmão brincar, correr, pular – coisas que qualquer criança sabe fazer. Qualquer criança que não tenha nascido com um “pé torto” como o seu. Trancada num apartamento, Ada cuida da casa e do irmão sozinha, além de ter que escapar dos maus-tratos diários que sofre da mãe. Ainda bem que há uma guerra se aproximando. Os possíveis bombardeios de Hitler são a oportunidade perfeita para Ada e o caçula Jamie deixarem Londres e partirem para o interior, em busca de uma vida melhor.
Autora: Kimberly Brubaker Bradley A autora nasceu em Idiana, adora Pôneis e A Guerra que Salvou a Minha Vida ganhou vários prêmios em 2015 estando entre os melhores livros para crianças.

FIQUE ATENTO, ESTÁ ROLANDO SORTEIO DE "A GUERRA QUE SALVOU A MINHA VIDA"



SORTEIO ESPECIAL -
Olá pessoal estamos aqui para mais um sorteio especial, e o livro é "A Guerra que Salvou a Minha Vida" que está conquistando o coração de muitos brasileiros. Para participar é simples:

1- Curta a página do Sooda Blog
2 - Curta a página da DarkSide Books
3 - Compartilhe o post em modo público
4 - Comente no post marcando dois amigos
5 - Deixe um comentário nessa resenha dizendo o que achou dela.
Obs: Se o vencedor não cumprir nenhuma das regras acima, um novo sorteio será realizado;
Obs: Essa promoção será realizada no período de 02/04 a 16/04 às 00h00
Obs: Válido para todo o território nacional <3
O Resultado sairá até o dia 18/04 às 18h00 (horário de Belém)

ATUALIZADO EM 18/04

RESULTADO

Gostaríamos de agradecer a todos que participaram da promoção e confira o resultado. E fiquem atentos que em breve terá mais sorteios por aqui.

Recomendado Para Você

0 comentários

Comente com o Facebook

Instagram