Lendo: Edgar Allan Poe: Medo Clássico [Volume 1] (Part 4)

junho 26, 2017 / Rosane Santos /

Parte final do Projeto lendo Poe, contos de aventuras e o famoso poema "O Corvo"




E chegamos ao final do projeto Lendo Edgar Alan Poe, com os dois últimos blocos. Esperamos que aqueles que nos acompanharam até aqui tenham gostado e que, se ainda não leram, não percam tempo e vá ler esse livro incrível, duvido que se arrependa.

+ Não sabe do que se trata este post? Confira o post de introdução ao projeto e una-se a está leitura


Manuscrito Encontrado Numa Garrafa
Esse bloco traz contos mais voltados para o lado da aventura, mas ainda com elementos de mistérios e um pouco de loucura. Esse conto ambienta-se em uma espécie de expedição em alto mar. Porém alguns acontecimentos misteriosos acabam por atingir os tripulantes do navio onde se encontrava o narrador da história.

O protagonista se encontra em uma situação totalmente adversa, o mar é incontrolável e imprevisível, cada vez mais poderoso e parece prestes a acabar com tudo o que está no caminho. O sofrimento do personagem é imenso, fica difícil diferenciar se o que ele está vivenciando é real ou fruto de um surto, devido ao extremo abalo psicológico que sofreu.

A atmosfera sombria e a força dos fenômenos da natureza contribuem para que Poe nos entregue um conto perturbador e que nos deixa apreensivos e cheio de dúvidas sobre o que de fato deve ter ocorrido.

O Escaravelho de Ouro
Nesse conto temos a trajetória de dois homens, que são amigos de longa data. Um deles, Legrand, é extremamente recluso e com uma personalidade um pouco melancólica e com um humor que variava de forma imprevisível, este vivia em uma cabana junto com um escravo chamado Júpiter. Will visita o amigo um dia e descobre que ele encontrou um escaravelho muito peculiar, que se tornou um objeto de obsessão.

Prossegue então uma jornada para desvendar os mistérios que cercam o tal escaravelho e como isso pode transformar a vida dos amigos de forma surpreendente. É interessante ver como a obsessão de Legrand vai beirando a loucura e toma conta dele de maneira perturbadora, porém ao final ele se mostra totalmente racional e surpreende a forma como ele resolveu tal mistério.



Foi diferente dos outros contos, apesar de ainda manter o toque sobrenatural e sombrio, ele é mais uma aventura mesmo, com momentos de ação e tensão dos personagens.


Antes de o poema ser apresentado, essa edição conta com uma introdução “A filosofia da composição” feita por Poe em 1846. Essa introdução nos permite compreender como foi escrever o poema, de onde surgiu a inspiração e todo o processo que o autor utilizou para a sua criação, sendo essa uma das obras mais marcantes e famosas de Poe.

Além da introdução essa edição conta com o poema original, escrito em inglês, o que eu achei maravilhoso. Traz também duas traduções para o português: uma de Machado de Assis e a outro do Fernando Pessoa. Isso tudo só contribuiu para tornar esse livro ainda mais rico e a editora está de parabéns por conceder esse verdadeiro presente para os seus leitores, é uma edição de fato impecável.

Sobre o poema em si é até difícil de expressar em palavras, é maravilhoso, você lê e parece que fica hipnotizado, senti arrepios e pude perceber a importância dessa obra. É algo que você tem que ler para entender essa emoção que ele passa. É genial, de verdade.

A tradução do Machado de Assis me surpreendeu muito, está muito fiel e ele conseguiu manter ao máximo a essência do poema, tarefa que não deve ter sido fácil, mas que ele fez com maestria. Não gostei tanto da tradução de Fernando Pessoa, teve algumas alterações bem significantes que não me agradaram.



Considerações Finais
Fiquei muito feliz com esse projeto, acho que foi uma boa maneira de ter mais atenção a essa leitura, eu pude ler com mais calma e maior dedicação. Há muito tempo eu queria ler algo do Poe e essa foi a oportunidade perfeita.

Foi uma experiência nova, já que não estou tão familiarizada com o gênero, mas que conseguiu me prender e impactar a cada novo conto, com uma narrativa cativante pude entender como Poe influenciou tantas outras obras, personagens, músicas, enfim.

Gostaria mais uma vez de parabenizar a editora DarkSide por ter tido todo o cuidado para essa edição, é um tesouro para qualquer leitor e dá para perceber que eles tiveram todo um trabalho gráfico especial, as ilustrações em xilogravuras deram um charme a mais, a capa está incrível.

O fato de terem colocado tanto a versão em inglês de O Corvo quanto duas traduções para o português foi brilhante, mostrando que a editora não poupa esforços para agradar a todos os leitores e claro que é uma edição digna desse autor tão importante para a literatura mundial. Esperando ansiosamente o próximo volume.

Então é isso, espero que tenham gostado do projeto. Dividam com a gente as experiências de vocês em relação à obra de Poe: o que vocês pensam sobre, quais os seus contos favoritos e como Poe influenciou sua vida.

Adquira o seu exemplar de Edgar Allan Poe: Medo Clássico através do nosso link exclusivo na Amazon é ajude a blog a crescer

Recomendado Para Você

0 comentários

Comente com o Facebook

Instagram