Resenha: Os Pássaros - Frank Baker

junho 29, 2017 / Rafael Lutty /

Um suspense que vai fazer você enxergar as ave de outra forma. E talvez não seja de forma positiva.




E se os pássaros decidissem se aglomerar na cidade, observar os cidadãos e repentinamente desferir um ataque mortal contra as pessoas, objetivando aniquilar a raça humana? Pois é, isso é exatamente o que ocorre em Os Pássaros, um dos romances mais famosos do autor Frank Baker.

O livro se inicia com Anna, que nos conta que o pai sempre usava a frase: “antes da chegada dos pássaros”, sem entender o que significava, ela pede que o pai conte a história dos eventos que perturbaram seu passado e toma nota de tudo o que ele conta, durantes as noites. Então começamos um passeio pela Londres dos anos 30, minunciosamente descrita por Baker.



Em uma narrativa que beira o tédio, em alguns momentos, o autor inclui a presença dos pássaros que surgem sem nenhum motivo e passam a fazer parte do cotidiano dos londrinos. Os animais se comportam como sombras, observando e seguindo silenciosamente cidadãos cada vez mais intrigados com a presença das aves. Tão repentinamente quanto seu aparecimento, são os ataques que os pássaros decidem desferir aos cidadãos, inicialmente apenas casos isolados até transformarem-se em um verdadeiro pandemônio. Fora os ataques diretos aos cidadãos, os pássaros destroem obras públicas, infectam o reservatório de água da cidade, agem de maneira organizada para garantir que os seres humanos não tenham escape algum.

Vamos deixar claro que o livro é tedioso em algumas partes apenas, pois fica passeando pelas memórias do protagonista, e muitas vezes foca em partes bem desnecessárias para a história central. Para quem espera um livro com ação e grandes acontecimentos logo de início, esta não é uma boa pedida. Porém se você for do tipo de leitor persistente, vai se surpreender com o clímax do final.



A escrita de Baker, salvo as divagações desnecessárias, é realmente muito boa. O Autor consegue com maestria, prender o leitor nas entrelinhas, a sensação de que algo muito ruim vai acontecer é constante. Ao decorrer da leitura as perguntas surgem: De onde vieram os pássaros? Por que estão atacando as pessoas? O que é preciso fazer para que eles deixem Londres em paz? E é claro que você precisa ler para saber as respostas.

Publicado inicialmente em 1936, o romance de Frank Baker continua levantando polêmica. Quase três décadas depois de sua primeira publicação, aclamado diretor Alfred Hitchcock lançaria uma de suas obras mais cultuadas. O filme homônimo, foi acusado de plágio por Frank Baker; acontece que Hitchcok alega ter baseado sua adaptação no conto “As Aves”, da escritora britânica Daphne Du Maurier.



Então não foi plágio? Não oficialmente, mas para quem teve a oportunidade de ler o romance de Baker e assistir ao filme de Hitchcock, vai perceber inegáveis semelhanças. O fato é que não se pode ter uma conclusão clara do caso e o mais coerente, é reconhecermos os méritos de ambas as obras.

Os Pássaros é um suspense, que carrega muito do cotidiano londrino da época e faz referências claras à Segunda Guerra Mundial, chegando a citar Adolf Hitler de maneira indireta. É um livro para ser amado ou odiado. Este leitor, que vos escreve não está perdidamente apaixonado, mas podemos dizer que existe um flerte bem forte aí. A leitura pode parecer arrastada em alguns momentos, mas as sequências finais do filme valem toda a leitura. Eu posso finalizar dizendo que não fico mais confortável ao olhar os passarinhos no quintal de casa.
Os Pássaros (The Birds)
Autor: Frank Baker
Editora: Darkside Books
Ano: 2016
Skoob: 3.5 Estrelas / Goodreads: 3.5 Estrelas
Compre Aqui
03 Estrelas
Pássaros. Milhares, talvez milhões, sobrevoam Londres, de forma aparentemente inexplicável e sem sentido, onde parecem observar os habitantes da capital, que os consideram divertidos, se tanto um pouco estranhos. Enquanto as pessoas ainda tentavam entender o que faziam ali, eles começam a atacar, ferindo e até mesmo matando com tremenda brutalidade e violência. Seriam eles uma força da natureza ou uma manifestação sobrenatural? Ninguém sabe. A única certeza é que o objetivo dos pássaros é a destruição da humanidade e ninguém tem ideia de como impedi-los...
Autor: Frank Baker nasceu em Londres em 1908 e publicou Os Pássaros em 1936, o livro vendeu apenas trezentos exemplares e foi considerado pelo seu autor como “um fracasso”. Apesar de tudo, depois do lançamento do popular filme homônimo em 1963, dirigido por Alfred Hitchcock, Os Pássaros foi republicado pela Panther e recebeu nova atenção. Baker faleceu em 1983, na Cornualha, em decorrência de um câncer.

Recomendado Para Você

0 comentários

Comente com o Facebook

Instagram