Resenha: Dez Mil Céus Sobre Você - Claudia Gray

julho 12, 2017 / Everton Assis /

Novamente, Marguerite colocará sua vida em risco para salvar o que ama, e grandes dilemas estão envolvidos.


Resenha Dez Mil Céus Sobre Você; resenha Claudia Gray; Dez Mil Céus Sobre Você Claudia Gray; resenha harper collins brasil;

Em “Mil Pedaços de Você” acompanhamos Marguerite e Theo na busca pelo paradeiro de Paul, acusado do assassinato de Henry, pai de Marguerite. O que difere essa história de outros romances policiais é para onde Paul fugiu. Marguerite e Theo tem certeza que Paul usou a descoberta cientifica de Henry (a Firebird) pra viajar para outra dimensão. Então, os jovens tiveram a incumbência de encontrar o acusado e assim consolidar a tão desejada vingança por Henry.

Tenho certeza que você leitor que já leu o primeiro livro deve estar desejando saber o que a Claudia preparou nessa continuação. Posso adiantar que Marguerite não tinha sofrido metade do que teve que passar nesse segundo livro, onde teremos a oportunidade de conhecer um novos universos e entre outras novidades.

Agora, se você caiu de paraquedas neste post e quer evitar os maldosos spoilers, aconselho a ler a resenha do primeiro volume e depois corre aqui ♥

>> Resenha completa do primeiro livro, clique aqui.

A primeira coisa que eu tenho para falar de “Dez Mil Céus Sobre Você” é como a autora foi bem sucedida nesse novo volume, a trama está mais elaborada e prende o leitor, não tendo pena na hora de colocar os plot twists, além de desenvolver mais os personagens e suas relações. E também amplia a teoria do multiverso com novas variáveis.

Resenha Dez Mil Céus Sobre Você; resenha Claudia Gray; Dez Mil Céus Sobre Você Claudia Gray; resenha harper collins brasil;

Após a implacável busca por vingança em “Mil Pedaços de Você”, que mostrou a inocência de Paul, os perigos em potencial nas viagens dimensionais e que gente muito perigosa em diversos planos que desejam a firebird para si. Marguerite e sua família decidem impedir que algo pior aconteça, mas chegaram tarde demais.

Paul foi capturado por essas “pessoas poderosas” e teve sua alma fragmentada e escondida em quatro versões dele mesmo pelo multiverso. Margueritefica sem muitas opções, precisando deixar sua família em segurança e ao mesmo tempo tentar salvar Paul, o problema que uma dessas escolhas tem um preço alto a todos envolvidos.

Resenha Dez Mil Céus Sobre Você; resenha Claudia Gray; Dez Mil Céus Sobre Você Claudia Gray; resenha harper collins brasil;

O livro começa morno com algumas explicações sobre alguns personagens, tentativa de Sophia e Henry em se desligar da Triade e pensamentos de Marguerite acerca do que ocorreu até este momento. Mas, a trama só esquenta e Marguerite é colocada contra a parede para fazer certas atividades em troca de informações sobre os fragmentos da alma de Paul. Além disso, ainda há algumas coisas, que vou manter em segredo para não estragar a experiência. Quero você preso na trama até o fim.

Um grande destaque desse livro é o amadurecimento de Marguerite, em relação aos acontecimentos do primeiro, onde suas atitudes eram foram feitas por impulso, diferente desse segundo volume. Durante toda a leitura você irá se deparar com uma Marguerite colocando na balança o que poderá causar tal ação para ela quanto para a hospedeira do multiverso.

Resenha Dez Mil Céus Sobre Você; resenha Claudia Gray; Dez Mil Céus Sobre Você Claudia Gray; resenha harper collins brasil;

Nossa protagonista pode falar que seu amor é depositado todo em Paul, mas nos momentos mais improváveis ela se pega pensando se o melhor não seria Theo que sempre esteve ali a ajudando.

O grande discurso de Claudia fica a cargo da relação de Paul e Marguerite, o quanto mais ela conhece as versões fragmentadas de Paul, mais ela começa a refletir se de fato todos eles são diferentes ou suas versões são idênticas. Esse questionamento será em breve respondido no final do livro, mas rende mesmo pro último volume da trilogia.

Resenha Dez Mil Céus Sobre Você; resenha Claudia Gray; Dez Mil Céus Sobre Você Claudia Gray; resenha harper collins brasil;

Gostei das escolhas de Claudia para os novos mundos visitados por Marguerite. Um deles, o tempo parou na renascença. Outro, existe uma versão de São Francisco que está em uma grande guerra e todas as chances estão acabadas. Além disso, é possível conhecer uma versão de New York banhada pelo crime (a que eu mais adorei). E a última é uma nova versão de Paris mas que mantem todo seu charme (guardo no coração essa Paris)

Favoritei “Dez Mil Céus Sobre Você” por todas estas surpresas ao longo da leitura (sem falar na reviravolta no final do livro que vou deixar você mesmo descobrir). A leitura continua fluida e temos menos confusões em relações aos mundos.

Aproveite!

PS: Não aguentei e já estou devorando o terceiro livro. Preciso saber como Claudia vai dar o desfecho ao enredo e os personagens. Então por favor Claudia não erre na mão e me faça amar ainda mais a trilogia.
Dez Mil Céus Sobre Você (Ten Thousand Skies Above You)
Volume #2, Trilogia Firebird
Autora: Claudia Gray
Editora: Harper Collins Brasil
Ano: 2016
Skoob: 4,3 Estrelas / Goodreads: 4.1 Esrelas
Compre Aqui
05 Estrelas
MARGUERITE CAINE fez o impossível, viajando por dimensões alternativas com o Firebird — uma invenção brilhante criada por seus pais, seu namorado, Paul, e o amigo da família, Theo. Mas ela também chamou a atenção de inimigos poderosos, dispostos a sequestrar, chantagear e até matar para usar os poderes do Firebird para propósitos escusos.
Quando a alma de Paul é dividida em quatro fragmentos — que se encontram presos dentro de Pauls em outras dimensões —, Marguerite fará qualquer coisa e irá a qualquer lugar para salvá-lo. Mas o preço de seu retorno em segurança é alto. Se ela não sabotar os próprios pais em múltiplos universos, Paul vai continuar perdido para sempre.
Mas Marguerite acredita que é possível salvar seu amor sem sacrificar a família, e para isso pede a ajuda do brilhante Theo. Os dois criam um plano para recuperar Paul e o Firebird, mas para que ele dê certo eles precisarão superar um concorrente genial e vão colocar em risco não só sua vida mas também a de todas as versões de si mesmos em várias dimensões.
Autora: Claudia Gray: "Sou uma escritora em tempo integral já que moro em Chicago. Até agora, na vida, eu fui DJ, advogada, jornalista e uma garçonete muito ruim, apenas para citar alguns. Eu gosto especialmente de passar o tempo viajando, fazendo trilha, lendo e ouvindo música. Mais do que tudo, eu gosto de escrever."

Recomendado Para Você

0 comentários

Comente com o Facebook

Instagram