Resenha: O Nevoeiro- Stephen King | Conto, Filme e Série

julho 14, 2017 / Rafael Lutty /

Entre no nevoeiro e descubra os horrores que habitam nele.




1 - CONTO
Sim, nós precisamos falar sobre O Nevoeiro. Se você faz parte do grupo de pessoas que não conhece a história, este que vos escreve vai fazer o possível para que você se jogue na névoa e descubra mais sobre a história. O Nevoeiro (The Mist) é um conto do autor Stephen King – mestre – publicado inicialmente em 1985, atualmente o conto faz parte da antologia Tripulação de Esqueletos (Suma das Letras). Um dos contos mais extensos que o autor já escreveu.

Como a maioria das histórias de King, o conto se passa no Maine, na pequena cidade de Brindgton, que é o alvo de uma tempestade com consequências catastróficas. O leitor acompanha a chegada dessa tempestade e os relatos seguintes, pela perspectiva de David Drayton, artista local que mora com sua esposa e filho. Após os desastres da tempestade, David precisa abastecer-se de suprimentos e parte para o supermercado local, acompanhado de seu filho Bill, e do seu vizinho Norton, com quem David não possui uma relação muito boa.

Enquanto estão no supermercado, a cidade toda é coberta por um nevoeiro, espesso e mais branco que o normal. Com a chegada do estranho nevoeiro, a energia da cidade cai e as coisas pioram quando as pessoas no supermercado percebem que o nevoeiro trouxe consigo, estranhas criaturas que parecem saídas de um pesadelo e estão sedentas por sangue.



O plot da história é bem simples, pessoas presas em um supermercado lutando para sobreviver a criaturas bizarras, mas estamos falando de uma história escrita por um dos maiores mestres do terror e suspense, e o que se pode ler nas quase 150 páginas do conto (dependendo da edição), é um relato que prende o leitor da primeira à última linha. E mais uma vez temos King colocando personagens nas mais extremas situações e escancarando a fragilidade humana diante do caos.

Uma das habilidades que mais me fascinam na construção de personagem do autor, é a capacidade que King tem de mostrar que o ser humano pode ser mais assustador que muitos monstros saídos das profundezas do limbo. Entre os personagens de destaque no conto, temos Sr. Carmody, a excêntrica senhora religiosa que acredita que o nevoeiro é a morte que Deus está trazendo para todos os ímpios e que a solução para a remissão dos pecados deve ser através da expiação, mas vou deixar um tópico apenas para esta personagem, mais abaixo.

2 – FILME E SÉRIE
Não é de hoje que entortamos a cara para as adaptações daquela história que adoramos, no meu caso foi diferente. Eu assisti primeiro ao filme de 2007 e li o conto posteriormente. Minha expectativa era enorme com o conto, pois eu sempre ouvi falar que o “o final é diferente”, e é bem isso mesmo. Calma que eu não vou dar spoiler nenhum. Basta dizer que é uma adaptação fiel até nos diálogos, com exceção apenas do final. E eu estou falando de poucas linhas de diferença.


O filme foi dirigido e produzido por Frank Darabont e contou com um time de estrelas no elenco. Com Thomas Jane no papel de David Drayton e a sensacional Marcia Gay Harden interpretando a Sra. Carmody. Os amantes de The Walking Dead irão perceber que não é a primeira vez que alguns dos atores lutam pela sobrevivência, parte dos que lutam com os errantes, estão no filme.

Frank Darabont voltou para o nevoeiro, ao anunciar em 2013, que estava desenvolvendo uma série de TV baseada no conto, a série foi encomendada pelo canal Spike e estreou em 22 de Junho deste ano (2017). Foram liberados os três primeiros episódios de uma vez surpreendendo aqueles que estavam na espera (eu). O importante para quem leu o conto e está pretendendo assistir à série, é saber que a série é muito mais uma releitura do conto, do que uma adaptação.


Arte: https://www.facebook.com/Spike

Com os três episódios lançados, já podemos perceber que a série cria suas próprias tramas baseadas no conto. Temos mais de um lugar em que os personagens estão presos e uma teia ainda maior de tramas entrelaçadas, que prometem ser um prato cheio ao longo desta primeira temporada. A série trouxe a história do nevoeiro para 2017 e isso ganhou ares ainda mais tensos. É provável que se explore muito mais a origem da névoa e sobre o estranho projeto militar, que é explicado de maneira superficial no conto e no filme.

O fato é que por hora, a expectativa com a série The Mist é bem alta, e se depender dos fãs, o hype vai ser grande.


3 – MRS. CARMODY / MRS. RAVEN
Esta é de longe a personagem mais icônica da história. Embora o leitor acompanhe o relato de David Drayton, quem rouba a cena é a religiosa que consegue criar um pequeno rebanho de fiéis dispostos a seguirem suas ordens mais absurdas, e isso em menos de dois dias de confinamento no supermercado.



No livro e filme estamos falando de Mrs. Carmody, ela é a dona de uma loja de antiguidades na cidade e quem as pessoas procuram quando precisam de alguns remédios naturais. A personagem respectiva à Mrs. Carmody na série é claramente a Mrs. Raven, interpretada por ninguém menos que Frances Conroy, a atriz que brilha nas temporadas de American Horror Story. Eu tenho certeza de que vai ser uma personagem muito explorada ao longo da temporada do seriado, e estou muito feliz com a escolha da atriz.



Seja no conto, no filme amplamente bem adaptado, que imagina uma conclusão diferente, ou nas primeiras impressões sobre a série, a história do nevoeiro consegue prender a atenção e despertar a tensão nas mais diferentes formas. É um dos melhores e mais aclamados contos do Stephen King e não poderia ser pra menos, é possível ver muitas características da escrita do autor e de sua habilidade ímpar de criar situações que arrepiem até os mais corajosos.

Agora vamos esperar que a série mantenha o ritmo da largada e que o nevoeiro possa ser ainda mais desbravado.


Tripulação De Esqueletos (Skeleton Crew)
Edição de Bolso
Autor: Stephen King
Editora: Ponto de Leitura
Ano: 2011
Skoob: 4.1 Estrelas / Goodreads: 3.9 Estrelas
Compre Aqui
04 Estrelas
Trata-se de uma reunião de histórias do início da carreira de Stephen King. Esta coletânea apresenta 22 contos os quais sugerem o terror psicológico. Ainda, os protagonistas se veem forçados a lidar com situações fantásticas em que o que está em jogo é a sanidade diante do inimaginável.
Autor: Stephen King era um leitor fanático dos quadrinhos EC's horror comics incluindo Tales from the crypt, que estimulou seu amor pelo terror. Na escola, ele escrevia histórias baseadas nos filmes que assistia e as copiava com a ajuda de seu irmão David. King as vendia aos amigos, mas seus professores desaprovaram e o forçaram a parar. De 1966 a 1971, Stephen estudou Inglês na Universidade do Maine em Orono, onde ele escrevia uma coluna intitulada "King's Garbage Truck" para o jornal estudantil, o Maine Campus. Ele conheceu Tabitha Spruce lá e se casaram em 1971. O período que passou no campus influenciou muito em suas histórias, e os trabalhos que ele aceitava para poder pagar pelos seus estudos inspiraram histórias como "The Mangler" e o romance "Roadwork" (como Richard Bachman).

Recomendado Para Você

0 comentários

Comente com o Facebook

Instagram