Resenha: Uma Tocha Na Escuridão - Sabaa Tahir

julho 05, 2017 / Francisco Soares Chagas Neto /

A continuação de uma obra de fantasia com referências à mitologia árabe que nos imerge a força de uma luta contra o Império Marcial




O que transforma um livro em uma história épica? Provavelmente, entre as características está a forma como os personagens inserem-se em uma luta grandiosa contra o seu universo fantástico. Não é verdade?

Em "Uma Tocha na Escuridão", segundo livro da série "Uma Chama entre as Cinzas", a fantasia criada por Sabaa Tahir passa a ganhar uma ousadia, que transcende uma obra de Fantasia YA, com características que a levam próximo a literatura High Fantasy.

No primeiro livro conhecemos duas pontas do império Marcial. Laia, que se tornou uma escrava para se infiltrar entre os Marciais, com objetivo de tentar salvar o seu irmão que foi parar na prisão de Kaulf. E Elias, que aos seis anos de idade começou a treinar no Exército Marcial e próximo do fim de seu treinamento, ele foi escolhido pelos adivinhos para participar de uma série de provas, onde o vencedor seria o novo imperador desse grandioso império que já perdura por 500 anos.

Em meio a todo esse clima, das provas eliminatórias, espionagens, intrigas e traições, o universo fantástico se apresenta, baseado essencialmente na mitologia árabe, no que diz respeito aos Efrits, Ghuls e Djins. E conforme vamos caminhando pela história, vai sendo traçado um grande plano de vingança que envolve essas criaturas sobrenaturais. E assim chegamos ao segundo livro da série

RESENHA DO PRIMEIRO LIVRO COMPLETA

OBS: A partir daqui, eventualmente a resenha contará com spoilers do primeiro livro.



"Uma Tocha na Escuridão" inicia logo após os acontecimentos de "Uma Chama entre as Cinzas", quando a Academia BlackCliff sofre um atentado orquestrado pela resistência, iniciando uma revolução dos Eruditos sobre os Marciais. Nesse momento, Laia e Elias estão fungindo de Serra, com objetivo de chegar a prisão de Kaulf, visto que Laia foi traída pela resistência e agora a única esperança de salvar o seu irmão, é o ex-soldado Marcial, agora "traidor do Império".

Nessa corrida, a primeira a encontrar os jovens é a mãe de Elias, a Keris Venturius, que apesar de não captura-lo, acaba por injetar algo em seu filho, que poderá ser responsável por sua morte, pouco a pouco. Entre os sintomas dessa substância, ele fica várias horas desacordado, onde seu corpo fica paralisado, mas sua alma acaba por viajar para o "Lugar de Espera", um local de passagem, para onde vão as almas, ainda inconformadas com a morte. Lá elas conhecem a Apanhadora de Almas, que tem como função acolhe-las para que assim, possam finalmente se prepararem para seguir seus caminhos no mundo espiritual.

Nesse local, Elias vê vários de seus amigos, além de alguns mortos que irão ocorre nesse segundo livro (Sabaa Tahir mata personagens que você pode gostar, cuidado) e descobre algumas histórias interessantes sobre o império Marcial, o Portador da Noite e até mesmo a Apanhadora de Sonhos, o qual ele faz uma amizade considerável (mais a frente você vai entender porque eles se tornam amigos).



EM DIREÇÃO A PRISÃO KAULF

Mesmo com Elias tendo esses surtos em que ficava catatônico, ele e Laia deveriam continuar, afinal de contas, o império todo estava atras deles, principalmente porque, as coisas politicamente não estavam tão bem para o novo imperador, que ainda tinha que provar sua força perante aos Gens, famílias que possuem força dentro do império, e para isso, uma execução pública de Elias seria praticamente a solução para os seus problemas. E ele designa, nada mais, nada menos que Helene, a grande amiga do jovem Venturius para essa missão de caça-lo até as últimas consequências.

É nesse momento que surge uma grande personagem nessa história. Na verdade, ela já possuía uma grande força no primeiro livro, porém agora, ela chega quase a status de protagonista. Pois além de dar todo o panorama em relação ao Império, o qual não teríamos com os Elias e Laia que estão em fuga. Ela também demonstra bastante força em situações cruéis que ocorrem a ela e sua família. Alias, não seis se o casal fugitivo conseguiria ter peito para enfrentar situações que Helene enfrentou.

Sob esses três pontos de vistas, vemos Elias e Laia fugindo a frente e Helene rastreando-os, logo atras. Nessa fuga, é possível finalmente conhecer a família Tribal do jovem Venturius, além de conhecer um pouco mais sobre esse grupo social, que eram visto como uma especie de marionete dos Marciais, porém eles são muito mais do que isso, tem suas próprias tradições, crenças, e são bem especiais. E confesso a vocês que aprendi a respeita-los muito a partir do que conheci sobre eles.

Ao chegar na Prisão Kaulf, é a hora de conhecer o diretor desse presídio, um "cientista" que tem como um de seus hobbies estudar técnicas de torturas sobre os seus prisioneiros, sendo eles Eruditos, ou Marciais. E ele com certeza não terá pena de nenhum de seus invasores. Visto que, até hoje ninguém nunca conseguiu fugir de sua prisão. Ninguém.



ENQUANTO ISSO

O plot principal, com certeza é a trajetória de Elias e Laia até a prisão, porém enquanto isso o império ferve. Keris Venturius está levando exércitos para vários pontos de dominação dos Marciais com objetivos de trucidar os Eruditos. Além disso, vários Gens não conseguem reconhecer Marcus como o novo imperador. E ainda por cima, os Tribais que antes eram pacíficos começam a se rebelar e aquele "acordo de paz" começa a não existir mais. Somado a isso, ainda é possível ver o "Portador da Noite" dominando algumas pessoas chave do império em busca de sua vingança e Laia começa a desenvolver habilidades um pouco peculiares, chamando a atenção de muita gente. Até de pessoas que um dia ela amou.

Se "Uma Chama Entre as Cinzas" ascendeu uma faísca nessa revolução que esta prestes a eclodir. "Uma Tocha Na Escuridão" deu fogo para aqueles que não tinham esperança de vencer. Uma fantasia que traz elementos da cultura árabe com ares Hollywoodianos.

PS. O Terceiro Livro da Série tem previsão de lançamento para 2018. E a autora já confirmou o quarto livro.
Uma Tocha Na Escuridão (A Torch Against the Night)
Volume #2, Uma Chama Entre as Cinzas
Autora: Sabaa Tahir
Editora: Selo Verus
Ano: 2017
Skoob: 4.6 Estrelas / Goodreads: 4.3 Estrelas
Compre Aqui
05 Estrelas
O segundo livro da história épica e eletrizante sobre liberdade, coragem e esperança. Ambientado em um mundo brutal inspirado na Roma Antiga, "Uma Chama Entre as Cinzas" contou a história de Laia, uma escrava lutando por sua família, e Elias, um soldado lutando pela liberdade. Agora, em "Uma Tocha Na Escuridão", ambos estão em fuga, lutando pela vida. Após os eventos da quarta Eliminatória, os soldados marciais saem à caça de Laia e Elias enquanto eles escapam de Serra e partem numa arriscada jornada pelo coração do Império. Laia está determinada a invadir Kauf, a prisão mais segura e perigosa do Império, para salvar seu irmão, cujo conhecimento do aço sérrico é a chave para o futuro dos Eruditos. E Elias está determinado a ficar ao lado dela - mesmo que isso signifique abrir mão da própria liberdade. Mas forças sombrias, tanto humanas quanto sobrenaturais, estão trabalhando contra eles. Elias e Laia terão de lutar a cada passo do caminho se quiserem derrotar seus inimigos: o sanguinário imperador Marcus, a cruel comandante, o sádico diretor de Kauf e, o mais doloroso de todos, Helene - a ex-melhor amiga de Elias e nova Águia de Sangue do Império. A missão de Helene é terrível, porém clara: encontrar o traidor Elias Veturius e a escrava erudita que o ajudou a escapar... e acabar com os dois. Mas como matar alguém que você ama desesperadamente?
Autora: Sabaa Tahir cresceu no deserto do Mojave na Califórnia no quarto 18 do motel da família dela. Lá, ela passava o tempo devorando romances de fantasia, invadindo o esconderijo de quadrinhos do irmão dela e tocando mal guitarra. Sabaa começou a escrever Uma Chama Entre as Cinzas enquanto trabalhava à noite como editora de jornal. Ela gosta de Indie rock barulhento, meias extravagantes e todas as coisas de nerd. Sabaa atualmente vive na área da Baía de San Francisco com sua família.

Recomendado Para Você

0 comentários

Comente com o Facebook

Instagram