Resenha: A Sombra do Vento - Carlos Ruiz Zafón

dezembro 29, 2017 / Rosane Santos /

Um livro para todos os amantes de livros e também de tramas cheias de suspense. Com uma narrativa envolvente e de tirar o folego, embarcamos com Daniel em uma busca que mudará sua vida.




Por muito tempo tive vontade de ler, então a editora Suma fez o relançamento dele esse ano e foi a oportunidade perfeita. Confesso que minhas expectativas estavam muito altas e fico feliz em dizer que não me decepcionei.



A Sombra do Vento, primeiro livro da série O Cemitério dos Livros Esquecidos, traz a história de Daniel Sempere, narrando desde a sua infância até a fase adulta e começa em um momento que marcou a vida de Daniel e definiu o seu futuro, de uma forma totalmente inesperada.

Ele vive com o pai, que é dono de uma pequena livraria e que sempre está em busca de livros raros e diferentes para os seus clientes. Em uma noite, Daniel é levado pelo pai até um lugar sombrio e bem escondido, o Cemitério dos Livros Esquecidos. Ali Daniel tem a oportunidade de escolher um dos milhares de livros disponíveis, com a promessa de que irá cuidar do livro e guardar com todo o cuidado e não revelará sua a localização daquele lugar para ninguém.



Daniel encontra então A Sombra do Vento, um livro escrito por um autor desconhecido, Julián Carax, e ele se sente de alguma forma "atraído" por aquele livro, como se eles estivessem ali esperando por ele. Na mesma noite Daniel começa a ler o livro e fica completamente fascinado pela história e começa então a buscar informações sobre o tal escritor misterioso, mas suas buscas não saem como esperado e Daniel se encontra envolvido em uma trama da qual ele não faz ideia das consequências.

Conforme Daniel segue em sua busca, encontra algumas pessoas dispostas a ajudá-lo, mas nem tudo será tão fácil e ele se vê em meio a um perigo que não imaginava e pode acabar colocando em risco a vidas das pessoas que ama.



Presente, passado e futuro se ligam para criar uma linha cronológica onde tudo se encaixa perfeitamente. Esse recurso foi utilizado com maestria por Zafón, que soube também medir os momentos de tensão e suspense, o toque sombrio pós-guerra presente aqui ajuda a ambientar o leitor e criar aquele sentimento de que precisamos chegar logo ao final e saber o que está acontecendo ali. As páginas finais são de uma carga emocional bem forte e segue um ritmo mais acelerando do que o do início do livro.

É difícil falar aqui sobre a história em si porque parece que qualquer detalhe pode ser considerado um spoiler. É também difícil descrever com a propriedade devida as emoções que esse livro transmite. Confesso que desde o início o que me fez ter vontade de ler esse livro foi justamente o título da série: O Cemitério dos Livros Esquecidos. Como boa bookaholic que sou fiquei imaginando como seria estar nesse lugar, cercada por tantos livros, com tantas histórias, não só dos livros mas também das pessoas que os leram.



A narrativa passa muito bem essa ideia de que os livros são mais do que mero objetos: eles são guardiões de memórias, cada pessoa que lê um livro acaba deixando também um pouco de si ali e eu achei todo esse conceito fascinante.

“Cada livro, cada volume que você vê, tem alma. A alma de quem o escreveu e a alma dos que o leram, que viveram e sonharam com ele. Cada vez que um livro troca de mãos, cada vez que alguém passa os olhos pelas suas páginas, seu espírito se expande e a pessoa se fortalece.” P.11

O início pode ser um pouco lento, pois ele vai nos ambientando na história, desenvolvendo cada detalhe de forma que todas as pontas são ligadas, até que alcança um bom ritmo e não conseguimos mais parar a leitura.

Estou ansiosa para ler os outros livros da série, espero que sejam tão bons quanto o primeiro. Zafón faz jus ao destaque literário que recebe, de fato gostaria que mais pessoas tivessem a oportunidade de conhecer sua obra.


Ficaram interessados? Adquira o livro clicando na capa acima, e ajude esse lindo blog a crescer!
A Sombra do Vento (La sombra del viento)
Volume #1, O Cemitério dos Livros Esquecidos
Autor: Carlos Ruiz Zafón
Editora: Suma de Letras (Companhia das Letras)
Ano: 2017
Skoob: 4.6 Estrelas / Goodreads: 4.2 Estrelas
Compre Aqui: Amazon, Saraiva, Submarino
05 Estrelas
Barcelona, 1945. Daniel Sempre acorda na noite de seu aniversário de onze anos e percebe que já não se lembra do rosto da falecida mãe. Para consolá-lo, o pai leva o menino pela primeira vez ao Cemitério dos Livros Esquecidos. É lá que Daniel descobre A sombra do vento, romance escrito por Julián Carax, que logo se torna seu autor favorito, sua obsessão. No entanto, quando começa a buscar outras obras do escritor, Daniel descobre que alguém anda destruindo sistematicamente todos os exemplares de todos os livros que Carax já publicou, e que o que tem nas mãos pode muito bem ser o último volume sobrevivente. Junto com seu amigo Fermín, Daniel percorre a cidade, adentrando as ruelas e os segredos mais obscuros de Barcelona. Anos se passam e sua investigação inocente se transforma em uma trama de mistério, magia, loucura e assassinato. E o destino de seu autor favorito de repente parece intimamente conectado ao dele.
Autor: Carlos Ruiz Zafón é um dos autores mais lidos e conhecidos em todo o mundo. Iniciou sua carreira literária em 1993 com O Príncipe da Névoa (Prêmio Edebé), seguido por “O palácio da meia-noite”, “As luzes de Setembro (reunidos em volume único chamado A Trilogia da Névoa) e Marina. Em 2001 publicou seu primeiro romance para adultos, A sombra do vento, que não demorou a se transformar em verdadeiro fenômeno literário internacional. Com O jogo do Anjo (2008), retorna ao universo do Cemitério dos Livros Esquecidos. Suas obras já foram traduzidas para mais de quarenta línguas e já conquistou inúmeros prêmios, além de milhões de leitores ao redor do mundo.

Recomendado Para Você

0 comentários

Comente com o Facebook

Todas As Postagens

Resenha

Soodacast

Instagram