Resenha: Coragem - Rose McGowan

maio 04, 2018 / Rafael Lutty /

Mais do que uma autobiografia, um manifesto em favor das mulheres e um convite à coragem.


Resenha Coragem, Resenha Rose McGowan, Coragem Rose McGowan

Não é fácil ignorar a capa de Brave, lançado no Brasil com o título “Coragem”, assim como não é fácil largar o livro depois que você começa a ler. A autobiografia da atriz Rose McGowan é uma janela para enxergarmos as gavetas onde a indústria do entretenimento insiste em guardar a discriminação, a misoginia e os abusos. Não se trata de mais uma “biografia de atriz”, os relatos de Rose funcionam como um verdadeiro manifesto, que deveria nos fazer repensar a maneira como consumimos entretenimento, quase sempre de modo acrítico.

Para os fãs da série Charmed (Jovens Bruxas, no Brasil), Rose McGowan é conhecida por ter dado vida à personagem Paige Matthews a partir da quarta temporada do seriado. Entre seus papéis de destaque, temos a jovem Tatum Riley, de Pânico, primeiro filme de uma das maiores franquias do gênero. Com mais de trinta filmes no currículo, inúmeros trabalhos para a TV e uma carreira de sucesso, não é fácil perceber que por trás de todo o glamour de uma atriz hollywoodiana, existe a realidade dos abusos sexuais e psicológicos que vitimam muitas mulheres como Rose.

Resenha Coragem, Resenha Rose McGowan, Coragem Rose McGowan

Nascida na Itália, Rose abre seu livro com as memórias de uma infância difícil em uma seita religiosa da qual os pais eram adeptos. Entre outros absurdos, a seita incentivava o sexo entre adultos e crianças e a prostituição infantil. Com uma família completamente disfuncional, os abusos levaram a pequena Rose para os EUA onde a projeção de uma vida melhor, logo se mostrou uma terrível ilusão.

O que acompanhamos é a trajetória de uma garota lançada à própria sorte, até o momento em que foi adotada pelo pior pai que ela poderia esperar: Hollywood. Rose relembra como era tratada como um objeto absolutamente descartável por produtores e diretores, e como o principal papel que ela tinha que interpretar era o de ser alguém que se encaixava nos padrões estéticos da indústria cinematográfica.

Rose McGowan foi uma das primeiras atrizes a denunciar os abusos sexuais por parte de Harvey Weinstein, produtor com grande poder na indústria cinematográfica. Às denuncias de Rose, fizeram-se coro dezenas de outras. Atrizes como Angelina Jolie, Gwyneth Paltrowl, Ashley Judd, Heather Graham, entre outras, somaram mais de setenta mulheres que trouxeram à tona os abusos, por este que Rose se recusa a colocar o nome em seu livro, chamando-o de Monstro.

Resenha Coragem, Resenha Rose McGowan, Coragem Rose McGowan

Em “Coragem”, ficamos sabendo que os abusos por parte de Harvey era um grande esquema que envolvia toda sua equipe, e que todos na indústria, sabiam da fama do produtor. É angustiante ler os relatos de Rose, considerar seu histórico e perceber que mesmo sendo uma estrela em ascensão, sua vida estava cercada por lobos da pior espécie.

Dos eventos seguintes da trajetória de Rose, focados no livro, temos os relatos do relacionamento complicado com o astro Marylin Manson, que durou cerca de três anos e chegou ao fim envolto em confusões. Rose separa uma boa parte do livro para os relatos de seu relacionamento com o diretor Robert Rodriguez, com quem chegou a ser casada. Mais uma vez acompanhamos as memórias de uma mulher forte que precisou aguentar inúmeros abusos psicológicos por parte do diretor. Este, aliás, não é o único diretor a ter seus podres revelados, a atriz dedica críticas coerentes e necessárias a Quentin Tarantino, que trabalhou como produtor do filme “Planeta Terror”, estrelado por Rose e dirigido por Robert Rodriguez.

Resenha Coragem, Resenha Rose McGowan, Coragem Rose McGowan

O livro discorre por toda a difícil trajetória de Rose, escondida sob o glamour de uma vida hollywoodiana, até o ponto em que temos um verdadeiro e honesto manifesto da atriz, em prol de todas as mulheres. É impactante ler os 10% finais deste livro, sentir o poder de cada uma das palavras, o poder de uma mulher que encontrou sua voz, e luta para que todas as mulheres encontrem seu lugar de fala. Um convite à coragem, um livro que desconstrói a ideia que temos de uma indústria que historicamente tem propagado a misoginia e louvado o patriarcado. Um livro necessário.

No que diz respeito à edição do livro no Brasil, de encargo da editora Harper Collins, ressalto o único problema que encontrei, e que pela quantidade de vezes em que se repete, acaba sendo passível de destaque: a revisão. Não são poucas as vezes em que temos erros no texto e letras engolidas. Nada que atrapalhe a fluidez da leitura, apenas algo a ser ressaltado.


Ficaram interessados? Adquira o livro clicando na capa acima, e ajude esse lindo blog a crescer!
Coragem (Brave)
Autora: Rose McGowan
Editora: Harper Collins Brasil
Ano: 2018
Skoob: 4.3 Estrelas / Goodreads: 3.8 Estrelas
Compre Aqui: Amazon, Saraiva
4,5 Estrelas
Rose McGowan nasceu em um culto e o trocou por outro, mais visível: Hollywood. Rose McGowan se tornou uma das atrizes mais desejadas de Hollywood da noite para o dia quando foi "descoberta" nas ruas de Los Angeles. O estrelato logo se tornou um pesadelo de exposição constante e sexualização. Todos os detalhes de sua vida pessoal se tornaram públicos, e as realidades de uma indústria inerentemente machista emergiam a cada roteiro, papel, aparição pública e capa de revista. Hollywood esperava que Rose ficasse quieta e cooperasse. Em vez disso, ela se rebelou e impôs sua verdadeira identidade e voz. Ela reemergiu sem roteiros nem desculpas, corajosa, controversa e sempre verdadeira. Liderando o movimento de denúncias de assédio sexual na indústria de entretenimento ao expor os crimes de Harvey Weinstein, Rose é hoje um dos rostos do movimento feminista e não hesita ao disparar verdades inconvenientes e exigir mudanças. CORAGEM é seu livro de memórias em forma de manifesto - um relato sem censura nem piedade da ascensão de um ícone millennial, uma ativista sem medo e uma força de mudança imparável determinada a expor a verdade sobre a indústria do entretenimento, trazer à luz uma indústria multibilionária construída sobre a misoginia sistêmica e empoderar pessoas ao redor do mundo a acordarem e terem CORAGEM.
Autor: Rose McGowan ganhou reconhecimento como atriz com papéis de destque em filmes como Geração Maldita, Pânico, Um Crime Entre Amigas e Planeta Terror. Ela estrelou na série de sucesso Charmed, uma das produções lideradas por mulheres que durou por mais tempo na história da televisão. Sua estréia como dietora, Dawn, foi indicada para o prêmio do grande júri no Festival de Sundance. Como escritora, diretora, cantora, ícone, empresária e delatora feminista, ela trouxe à luz a injustiça e desigualdade na indústria do entretenimento e além. Como ativista, liderou um movimento para romper o silêncio e se tornou uma voz de liderança na luta contra o status quo. Ao criar a plataforma de justiça social #ROSEARMY, ela mostrou ao mundo que é hora de pensar diferente e melhorar.

Recomendado Para Você

0 comentários

Comente com o Facebook

Todas As Postagens

Resenha

Soodacast

Instagram